Primos podem trabalhar na mesma empresa? Saiba que cuidados tomar

Tempo de leitura: 3 minutos

Uma das principais dúvidas de donos de empresas ou possíveis funcionários é sobre a contratação de parentes no mesmo ambiente corporativo.

 

O que é permitido por lei e o que é classificado como nepotismo? É preciso ter cuidado para saber precisamente quais dos casos acaba sendo afetado e como se prevenir de eventuais problemas.

 

Quer saber mais? Confira no conteúdo abaixo informações completas sobre a temática e esteja atento aos casos de sua corporação.

 

Primos podem trabalhar na mesma empresa?

Segundo o Supremo Tribunal Federal – STF -, é permitido a contratação de primos em empresas sem que seja considerado como nepotismo, visto que são considerados como parentes de 4º grau.

 

É importante destacar que essa proibição é aplicada para os três poderes da República, cargos de natureza administrativa, cargos de comissão e de confiança, incluindo empresas classificadas como estatais.

 

Os casos em que são considerados como problemáticos são quando há a contratação das pessoas com os seguintes vínculos familiares:

Maridos;
Esposas;
Avós;
Avôs;
Pais;
Bisavós;
Bisavôs;
Netos;
Bisnetos;
Sobrinhos;
Sogros;
Cunhados;
Genros.

Portanto, essa é uma possibilidade da qual pode ser inserida no quadro de funcionários de sua companhia sem que tenha que enfrentar eventuais problemas ou até mesmo ilegalidades perante a lei.

 

Cuidados ao trabalhar com primos na mesma empresa

É preciso tomar alguns cuidados quando se tem a possibilidade ou interesse na contratação de primos ou de qualquer tipo de parentes dentro de sua empresa, afinal, pode ser tanto um sucesso, quanto um grande desastre.

 

Alguns dos pontos que precisam estar no radar são:

 

Organograma de uma empresa familiar

O organograma familiar é diferenciado do modelo tradicional, isso porque é por meio dele que que se tem a plena ciência de onde cada funcionários podem ir dentro dos limites ali determinados.

 

Afinal, é bem natural que em empresas com familiares tenha-se esse problema de misturar as ações, atividades e até áreas de atuação, causando variados problemas e conflitos entre todos os envolvidos.

 

Contratar pelo processo seletivo comum

No momento de contratar parentes – sejam eles primos ou não -, é preciso com que todos passem pelo mesmo processo seletivo que normalmente seria aplicado para outras pessoas.

 

É primordial que esse novo funcionário tenha a cultura organizacional condizente com a de sua companhia, além de todas as hard e soft skills necessárias para ocupar o cargo que está disponível.

 

Demita como qualquer outro colaborador

Da mesma maneira que você contratou esse familiar para compor sua equipe, é preciso ter o estômago preciso para demitir essa pessoa caso ela não esteja cumprindo com o que é esperado na empresa.

 

Na hora de contratar um funcionário, lembre-se da frase de Marcelo Germano:

Não contrate quem você não pode demitir!

As regras são válidas para todos

As regras são criadas para que todos os funcionários sigam, da mesma forma para os parentes que estão contratados dentro de organização.

 

Somente assim é possível impor respeito, organização e colaboração entre todos os colaboradores – independente se esses são seus familiares ou não.

 

Separe o lado profissional do pessoal

No momento de dar um feedback ou de ter conversas mais sérias, é primordial saber separar o lado pessoal do profissional.

 

Portanto, deixe de lado a emoção e traga os pontos que precisam ser debatidos para que a solução aconteça ou demais temáticas debatidas.

 

Deixe fofocas e assuntos pessoais fora da corporação

Não permita que questões como a fofoca da vez do domingo, aquela situação da sua prima, o estado de saúde de sua avó ou tantos outros pontos que são comuns em um churrasco, sejam comentários no corredor de sua companhia.

 

Além de criar problemas que são desnecessários com os trabalhadores/familiares, você também poderá criar um clima desconfortável com os outros colaboradores que não tem nada a ver.

 

Tudo isso refletirá diretamente no clima organizacional da companhia, na convivência dos indivíduos e até mesmo na produtividade de todos os envolvidos em certo projeto ou equipe.

 

Quer saber mais sobre a contratação de funcionários dentro de sua empresa? Confira no vídeo abaixo dicas exclusivas de Marcelo Germano e preste atenção em seus processos!

Gostou desse conteúdo? Não deixe de continuar acompanhando mais dicas aqui no blog do EAG, além de nos seguir em nossas redes sociais para ficar sempre atualizado!

O post Primos podem trabalhar na mesma empresa? Saiba que cuidados tomar apareceu primeiro em Blog EAG.

Tempo de leitura: 3 minutos Primos podem trabalhar na mesma empresa? É nepotismo? Saiba o que diz a lei e quais os cuidados a tomar para não interferir nos negócios!
O post Primos podem trabalhar na mesma empresa? Saiba que cuidados tomar apareceu primeiro em Blog EAG.

Deixe um comentário