Saiba como reter talentos em sua empresa

Tempo de leitura: 4 minutos

Imagine a seguinte situação: você investe tempo e dinheiro para recrutar um bom profissional. Depois passa um bom tempo treinando-o e esperando que se habitue aos processos e corresponda às expectativas da empresa. Quando ele finalmente está pronto e realizando todas as tarefas como você tanto queria, o colaborador pede demissão e vai trabalhar para o concorrente.

 

Isso acontece quando a instituição não tem estratégias para reter talentos, resultando na perda de colaboradores valiosos. Além de representar um alto custo com novas contratações, esse cenário causa um grande transtorno para a equipe.

 

Porém não se preocupe, pois neste conteúdo reunimos algumas dicas sobre como reter talentos na empresa e evitar que seus melhores funcionários acabem trabalhando para seus concorrentes!

 

Acompanhe:

 

O que é um funcionário talentoso?

 

Antes de descobrir como não deixar que bons colaboradores saiam da sua empresa, é preciso entender o que é um funcionário talentoso para saber identificá-lo.

 

Nesse sentido, o colaborador talentoso é aquele alinhado à cultura organizacional da sua empresa e que tem algumas características que o diferenciam dos demais, como:

 

Alto desempenho;
Grande senso de responsabilidade;
Competência;
Habilidades importantes para o negócio.

 

Encontrar e desenvolver profissionais com características como essas não é uma tarefa fácil, tampouco barata. Por isso, você deve ter estratégias para mantê-los!

 

O que motiva um funcionário talentoso dentro de uma empresa?

 

Após entender o que caracteriza um talento, é importante saber o que motiva os colaboradores talentosos dentro de uma empresa.

 

Afinal, se você deseja reter talentos, deve descobrir o que eles desejam para mantê-los motivados e satisfeitos trabalhando para sua organização.

 

Nesse sentido, de acordo com a série Talent 2020, pesquisas acerca da gestão de talentos da Deloitte apontaram que 42% dos entrevistados buscaram empregos novos quando perceberam que a empresa não valorizava suas habilidades nem oferecia ascensão na carreira.

 

Além disso, também revelaram que o salário está no topo dos motivos que mantêm um funcionário em um emprego, mas ocupa a última colocação quando a decisão é trocar. Ou seja, um bom salário é um fator importante para a manutenção do talento na empresa, entretanto não basta para evitar o turnover se o colaborador não se sentir valorizado.

 

Para além de um bom salário, outras questões também devem ser levadas em consideração para motivar um talento, por exemplo:

 

Reconhecimento profissional e pessoal;
Criação de desafios e metas viáveis;
Estabilidade;
Lideranças que inspiram;
Expectativa de crescimento na empresa.

 

Por que é importante reter talentos na empresa?

 

Certo, não é só o fator financeiro que motiva os profissionais. Então, por que é tão importante analisar o que os motiva visando conservá-los na sua empresa?

 

Uma empresa é constituída por pessoas, preferencialmente equipes alinhadas com os valores organizacionais e engajadas para produzir resultados, garantindo o crescimento do empreendimento.

 

Sendo assim, o capital humano é o mais valioso de uma organização. Sem ele, de nada vale ter as melhores tecnologias, equipamentos de ponta e grande potencial de mercado.

 

Portanto, reter os profissionais que são talentosos é fundamental para o desempenho da empresa. Afinal, a rotatividade é prejudicial tanto ao desempenho do próprio negócio quanto das finanças, pois demissões e contratações envolvem muito tempo e recursos financeiros.

 

Veja também: Como gerir capital humano

 

Estratégias eficazes para reter talentos

 

Sabendo da importância de reter talentos, é a hora de descobrir algumas das principais estratégias que você pode aplicar na sua empresa para reduzir a rotatividade de colaboradores.

 

Confira algumas das mais importantes a seguir:

 

1. Recrute as pessoas certas

 

As estratégias de retenção devem estar alinhadas com as de recrutamento e seleção. É indispensável que você contrate pessoas compatíveis com a cultura organizacional da sua empresa e que tenham as habilidades necessárias para desempenhar adequadamente as tarefas.

 

Assim, sempre aprimore a estratégia de seleção da empresa para garantir que as melhores escolhas serão feitas.

 

2. Tenha um plano de carreira definido

 

Criar um plano de carreira é essencial para reter talentos. Isso porque a possibilidade de crescimento na empresa é um dos fatores que motivam um colaborador, fazendo com que ele queira permanecer no seu quadro de funcionários.

 

Para isso, após elaborar o plano de carreira, faça avaliações periódicas de desempenho e monte um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI).

 

Esses dois elementos são utilizados para guiar as promoções dentro da empresa, servindo de base para os gestores decidirem as promoções. Eles também servem para os colaboradores saberem qual caminho devem percorrer para conquistar melhores colocações. 

 

3. Crie ações de bem-estar

 

Outro ponto fundamental para a retenção é fornecer condições de bem-estar aos colaboradores, proporcionando boas condições financeiras, físicas e mentais.

 

O bem-estar, inclusive, é algo cada vez mais importante no universo empresarial. Como exemplo, de acordo com estudo publicado na Mind Share Partners, na seção Mental Health at Work, 75% dos profissionais que integram a Geração Z (pessoas nascidas entre os anos de 1995 e 2010) e 50% que fazem parte da Geração Y (pessoas nascidas entre 1982 e 1994) relatam que já abandonaram empregos em decorrência de problemas psicológicos.

 

Portanto ações para evitar demissão desse tipo são indispensáveis na atualidade.

 

4. Invista na formação de líderes

 

Pensar em estratégias de redução de rotatividade também envolve a liderança. Os líderes devem passar por formações contínuas para executarem uma liderança eficiente e não problemática.

 

Conforme dados de pesquisa feita pela Gallup, aproximadamente 50% das demissões são ocasionadas pelo chefe.

 

Será que você está fazendo a liderança da maneira correta na sua empresa? Nós te ajudamos a descobrir! Assista a este vídeo em nosso canal no YouTube e confira a resposta:

 



 

5. Ofereça bons benefícios e salários

 

Por fim, apesar de o fator financeiro não ser o único, ele também contribui para atrair e reter talentos na empresa. Assim, uma boa remuneração é o primeiro passo.

 

Além do salário, oferecer benefícios faz grande diferença, como:

 

Plano de saúde;
Vale-refeição e alimentação;
Seguro de vida;
Apoio psicológico.

 

Aplique as dicas que trouxemos até aqui e invista em estratégias para reter talentos na sua empresa.

 

E mais, entre para o Programa EAG para se tornar um líder mais eficiente e desenvolver colaboradores autogerenciáveis. Isto é, que entregam o esperado sem que você tenha que estar constantemente preocupado com a qualidade do trabalho ou atrasos das entregas.

 

Afinal, além de ser desgastante para você, que acaba sem tempo para pensar em como fazer sua empresa crescer, isso ainda é prejudicial e frustrante para seus funcionários.

 

Navegue em nosso site e conheça o Programa EAG. Estamos prontos para ajudar você a se tornar o gestor que sua empresa necessita!

O post Saiba como reter talentos em sua empresa apareceu primeiro em Blog EAG.

Tempo de leitura: 4 minutos Imagine a seguinte situação: você investe tempo e dinheiro para recrutar um bom profissional. Depois …
Leia Mais
O post Saiba como reter talentos em sua empresa apareceu primeiro em Blog EAG.

Deixe um comentário