Integração na empresa: o que é?

Compartilhe esse conteúdo

Tempo de leitura: 7 minutos

A chegada de um novo funcionário na empresa é o momento de muita alegria, afinal, simboliza que está acontecendo a expansão do negócio, precisando de mais mãos capazes para compor a equipe.

 

Assim, é preciso atenção e saber realizar uma ótima integração na empresa, afinal, quem é que não gosta de ser bem recebido e acolhido?

 

Não sabe como realizar esse processo? Confira abaixo dicas cruciais para começar essa ação dentro de sua companhia e assim, visualizar os resultados positivos e únicos gerados para seu time.

 

O que é integração na empresa?

O que é integração na empresa?

A integração de uma empresa, ou onboarding, como é comumente chamada, é um conjunto de práticas que auxiliam a chegada de um novo profissional, seja dentro da equipe ou do negócio.

 

A principal intenção é de que esse novo colaborador se sinta parte da equipe, adaptando-se as novas funções e com mais participação dentro do time.

 

É primordial que toda essa mobilização seja parte do time no geral, principalmente dentro do setor em questão, indo além das boas vindas, mas também, melhorando a convivência e trabalhos compartilhados.

 

Além disso, esse é o momento de alinhamento de equipe, onde o colaborador deve compreender de forma clara qual é sua principal função e ações direcionadas.

 

Qual a importância da integração na empresa?

Com um objetivo claro e simples, o processo de integração da empresa visa introduzir o novo funcionário dentro da equipe designada.

 

Muitas empresas ainda não realizam essa ação, o que tem interferência direta na qualidade de entrega do trabalho, além da interação com o time em que foi inserido.

 

Mas, engana-se quem pensa que essa ação é apenas uma apresentação em slides ou documentos exemplificando o que deve ser feito: é muito mais!

 

Clique no podcast abaixo e entenda mais sobre a importância dessa ação no seu dia a dia e comece a aplicá-la o quanto antes!

Quanto tempo dura a integração em uma empresa?

A integração de uma empresa dura em média 3 horas.

 

Mas, é importante compreender que esse tempo pode mudar de acordo com cada companhia e os processos aplicados.

 

Por isso, você, comandante, deve saber compreender qual o tempo necessário para que um novo colaborador compreenda tudo sobre o que irá executar e tenha uma melhor relação com os demais companheiros.

 

Como fazer a integração na empresa? 

Quer começar a fazer a integração dentro de sua empresa? Confira abaixo dicas exclusivas para guiar-se e traçar o melhor onboarding para seu negócio.

 

1. Desenvolva um funcionário para o papel de anjo

O funcionário denominado como “anjo”, é aquele que será o braço direito do líder do setor para que assim, possa guiar, ensinar e receber o novo colaborador com cuidado e atenção precisas.

 

É ele quem irá sanar dúvidas sobre a cultura organizacional, processos que devem ser aplicados, rituais inseridos e tudo que será preciso para que exerça seu trabalho com maestria e excelência.

 

Além disso, por meio dessa ação, o funcionário que for denominado como “anjo”, poderá estar desenvolvendo suas habilidades como líder e assim, tornar-se cada vez mais autogerenciável.

 

Ficou com dúvidas? Confira no vídeo abaixo informações completas sobre o processo de anjo no EAG e inspire-se!

2. Anote os processos que o funcionário precisará aprender

É importante que você tenha em mente que esse novo colaborador não pode ficar com dúvidas referentes em quais serão as tarefas delegadas, somente assim poderá executar o trabalho com a máxima potencialidade da qual foi contratado.

 

Por isso, faça uma lista da qual contenha todas os seus afazeres que lhe serão atribuídos, demonstre para o indivíduo, explique cada uma e deixe aberto a possibilidade de esclarecimento de dúvidas.

 

3. Crie uma jornada de aprendizagem

É importante que o profissional saiba estabelecer uma jornada de aprendizagem para que o funcionário a siga, sempre com data, tempo esperado e demais questões essenciais para a execução das atividades.

 

Seja a leitura de um livro, de um manifesto, das regras da empresa… tudo o que for relevante e primordial para que as atividades sejam feitas de forma correta, deve estar dentro dessa jornada de aprendizagem.

 

4. Apresente o onboarding ao funcionário

Ao começar o processo de integração do funcionário, faça questão que ele compreenda tudo o que deve adquirir de conhecimento, tanto sobre a função, sobre a empresa e sobre a equipe em questão.

 

É sempre importante que tudo seja explicado da maneira mais simples, detalhada e didática possível.

 

Uma boa forma é tentar explicar para a pessoa como se ela fosse uma criança, parando e perguntando caso existam demais dúvidas no decorrer do processo.

 

5. Apresente a empresa

Um dos passos que devem estar dentro do processo de integração do funcionário é falar mais sobre a empresa.

 

Aqui, você deve explicar a origem, quem são os fundadores do negócio, quais são os objetivos, missão, valores, metas, produto ou serviço vendido… Tudo para que o novo colaborador tenha plena noção da companhia.

 

Isso é essencial para inserir a cultura organizacional na mente, nos hábitos e principalmente para que esse funcionário sinta-se engajado com a companhia de uma forma integral.

 

6. Tire todas as dúvidas 

Esteja atento e faça perguntas constantes para saber se o funcionário possui alguma dúvida referente ao que está sendo abordado e explicado durante a integração.

 

Esse é o momento de que tudo seja compreendido de forma integral, desde o que será feito dentro da empresa, até questões sobre o negócio, outros trabalhadores e muito mais.

 

7. Estabeleça prazos para as tarefas

Depois de explicar e atribuir todas as tarefas que o colaborador deverá executar, tanto os processos de integração quanto as ações, aplique datas e limite para que tudo seja entregue ou finalizado.

 

Assim, há o senso se urgência, de produtividade, além de que no caso de dúvida do trabalhador, ele entrará em contato com seu líder para que dessa forma, consiga entregar tudo com excelência e dentro do prazo estipulado.

 

8. Dê feedbacks regularmente

Depois de certo tempo na empresa, o comandante do setor ou líder da área deve marcar uma reunião, ou, o famoso 1:1.

 

Dessa forma, pode-se investir em um feedback interessante. No caso de reclamações, invista na comunicação clara e o que pode ser feito para melhorar a situação.

 

Já no caso de elogios, não poupe adjetivos para que assim, o funcionário sinta-se valorizado, que está fazendo tudo conforme o que lhe é esperado e mais motivado.

 

Esse é o momento de alinhar expectativas e assim, permitir com que o colaborador desenvolva seus pontos fracos, além de fortalecer ainda mais aqueles que domina.

 

9. Invista em treinamento

Desenvolver o funcionário, seja na questão do uso de ferramentas, de novas habilidades, no desenvolvimento de características de líder e até mesmo questões pessoais, é uma ação de empresas de sucesso.

 

É o momento de conversar com o colaborador e entender o que ele espera de seu novo cargo, como pode melhorar o seu desenvolvimento e atividade do negócio, além das expectativas existentes.

 

Tudo isso fortalece a cultura organizacional, o engajamento de equipe e principalmente, a sensação de valorização no ambiente laboral.

 

10. Faça pesquisa da integração na empresa

Ao aplicar o processo de integração dentro da empresa, peça o feedback para àqueles colaboradores que tiveram essa introdução.

 

Procure entender o que pode ser melhorado, o que é o ponto positivo em relação aos demais processos, o que sentiu falta durante essa ação… É o momento de ouvir e sempre implementar detalhes.

 

Clique no vídeo abaixo e confira mais sobre como é o processo de integração do EAG e entenda mais sobre a sua importância!

Como fazer a integração da equipe?

Agora que você já sabe mais sobre como realizar essa integração, confira abaixo algumas dicas para que possa melhorar mais ainda essa experiência, tanto para o novo colaborador, quanto para a equipe inteira.

 

1. Crie dinâmicas do grupo

Você pode e deve desenvolver várias dinâmicas para melhorar essa integração do grupo.

 

Aqui vale tudo! Desde as mais engraçadas, as mais inteligentes, as mais descontraídas… O importante é que o resultado final seja positivo para todos os colaboradores, unificando cada vez mais a equipe.

 

Pode ser interessante pedir que todos se apresentem, falem sobre seus hobbies, seus gostos pessoais e aquilo que se sentirem vontade de compartilhar.

 

Além de “quebrar o gelo” por entre as relações interpessoais, cria-se uma conexão por entre aquelas pessoas que tem características ou gostos em comum, primordial para um melhor trabalho em equipe.

 

2. Invista em desenvolvimento

Investir no desenvolvimento, de forma individual e na equipe como um todo, é uma das ações que comandantes de sucesso devem inserir dentro da companhia.

 

Além de obter-se mais conhecimento, seja sobre a função exercida ou não, gera-se o sentimento de pertencimento, de fortalecimento da cultura organizacional e de valorização do indivíduo dentro da empresa.

 

3. Estimule o trabalho em equipe ou squads

3. Estimule o trabalho em equipe ou squads

Algumas funções devem e precisam ser executadas de forma individual, porém, é interessante que sejam criadas pequenas equipes ou squads para que assim, gere essa sensação de pertencimento a certo grupo.

 

Segundo o artigo do site Labfin Provar, algumas das razões para investir no trabalho em equipe, são:

  • Revisão dos métodos de trabalho: com diferentes formas de pensar e atuar, é possível aprimorar e melhorar os processos internos da equipe;
  • Maior troca de conhecimento: com essa proximidade, seja de forma online ou física, pessoas com diferentes estilos, pensamentos e características ensinam umas as outras sobre diferentes áreas de atuação, compartilhando aprendizado;
  • Aumento de produtividade: diante dos dois argumentos citados anteriormente, é consequência que a equipe torne-se mais produtiva, principalmente pelo maior engajamento e sentimento de valorização;
  • Retenção de talentos: por fim, essa boa prática de gestão permite com que a empresa consiga reter maiores talentos de forma interna, implementando e gerando maior crescimento do negócio.

Por isso, talvez seja a hora de começar a organizar seus colaboradores em novas equipes, você verá os resultados quando menos esperar.

 

4. Invista em tecnologias de comunicação

Uma das ações que devem ser realizadas dentro da companhia é investir as melhores soluções de comunicação da empresa.

 

Seja por meio de uma reunião semanal, por meio de uma plataforma específica de contato, aplicativos destinados a comunicação organizacional, é primordial para que erros simples não aconteçam.

 

Do contrário, a empresa terá que lidar com as consequências desses ruídos, coisa que pode ser resolvida e constantemente alinhada, sempre pensando na qualidade da entrega e dos resultados empresariais.

 

5. Envolva os setores da empresa

Por fim, é interessante realizar o envolvimento de todos os setores da empresa.

 

Mas, porque? Por meio dessa integração, têm-se vários pontos positivos:

  • Fortalecimento da cultura organizacional;
  • Conhecimento de toda a potencialidade da companhia;
  • Engajamento de equipes;
  • Desenvolvimento de novas relações além do ambiente de trabalho;
  • Melhor entrega de resultados para o negócio.

Segundo pesquisa realizada pela Gallup, uma das regras primordiais para que os colaboradores entreguem melhores resultados é quando se tem um melhor amigo no trabalho.

 

Isso acontece porque há uma maior identificação, companheirismo e cumplicidade, afinal, são cerca de 8 horas de contato direto, então, porque não tornar uma experiência feliz e alegre?

 

Confira abaixo mais sobre o processo de integração do setor de marketing com o comercial do EAG e saiba quais foram os impactos positivos, tanto nos resultados internos e externos.

Agora que você sabe tudo sobre a importância da integração de equipe, quais são os benefícios e como começar do zero, não deixe de comentar abaixo mais sobre sua experiência.

 

Quer continuar recebendo conteúdo exclusivo para dar aquele “boom” nos resultados de sua empresa? Acompanhe nosso blog e nossas redes sociais e fique sempre bem informado!