PVE (Ponto de Vista Educativo): o que é, como usar para mudar a cultura organizacional da empresa

Empresário usando PVE ponto de vista educativo

Compartilhe esse conteúdo

Tempo de leitura: 5 minutos

O PVE (Ponto de Vista Educativo) é um documento usado para organizar o crescimento de uma empresa. A ferramenta é uma recomendação para todo empreendedor que está no processo de abertura de um negócio ou que precise passar por uma mudança de cultura organizacinoal. 

 

Se você é um empresário ou empresária que se encaixa em uma desta situações continue acompanhando este conteúdo para saber como aplicar o PVE na sua empresa e conquistar melhores resultados!

 

O que é PVE (Ponto de Vista Educativo)

O Ponto de Vista Educativo é uma ferramenta de gestão empresarial criado para educar os funcionários sobre o manual de conduta da empresa. A partir deste relatório o empreendedor deverá dar clareza de quais os próximos passos que a companhia deverá tomar para alcançar os objetivos determinados e que técnicas irá utilizar para direcionar a equipe. 

 

Uma vez pronto, o PVE deverá ser compartilhado com toda a equipe de funcionários, afinal, é a partir destas diretrizes que funcionará a cultura organizacional da empresa. Isto é, dizer quais são os comportamentos aceitáveis e inaceitáveis, que dinâmicas são adequadas e sob quais valores todos os colaboradores serão avaliados.

 

Quando usar o PVE?

Uma empresa deve funcionar igual uma cascata de chocolate. 

 

No topo da cascata a qualidade do chocolate é a mesma do final. Se ao longo da cascata o chocolate mudar de cor, aspecto ou qualidade, tem algo errado.

 

Na gestão empresarial a situação é a mesma. A cultura organizacional deverá se manter a mesma, independente do grau de hierarquia dos colaboradores ou setores da companhia.

 

Entretanto, alinhar a conduta dos colaboradores é um desafio para a maioria dos empresários. A pesquisa da Think Work Lab de 2022 comprova a situação. Segundo o levantamento, o fortalecimento da cultura organizacional é prioridade o RH de 49% das empresas entrevistadas.

 

Afinal, o recente período de crise desencadeou uma série de vulnerabilidade nas culturas de organizações já fragilizadas: trabalho remoto, distanciamento, falta de processo de contratação, entre outros problemas de gestão. A soma destes fatores cria um estado caótico na equipe, fazendo com que a equipe acabe sendo composta por colaboradores que pensam de forma distinta dos colegas e, principalmente, da empresa.

 

Quando essa divergência ocorre, o empresário passa a ter problemas de produtividade, aumento de demissões, perda de faturamento, entre outras situações problemáticas.

 

Um dono de empresa geralmente chega e diz: “eu quero funcionários que se desenvolvam, que estudem, que apliquem o que estudam, que tenham meta, que busquem a meta, que comemorem, que tenham energia e que ajudem os outros”.

Todo empresário gostaria de ter uma equipe assim, não é? Aí, você olha para o dono e ele não estuda, ele não estabelece meta, ele não busca meta e não tem energia. 

 

O “jeitinho que as coisas devem funcionar” começa pelo dono. Mas, para ele começar a criar uma cultura intencional, é que se faz necessário o PVE. Resumindo, quando se quer fortalecer ou mudar a cultura organizacional, ou então, alinhar a equipe.  

 

PVE na mudança da cultura organizacional

PVE (Ponto de Vista Eudcativo) para mudança na cultura organizacional

Se a empresa promove a busca por resultados, então essa é a cultura da empresa. Se promove a entrega com qualidade, essa também é a cultura da empresa. Por outro lado, se as empresas possuem funcionários desanimados, este também é um cenário que faz parte da cultura da empresa. 

 

Então, cultura organizacional é o conjunto da obra que determina se a empresa vai  performar bem, meia boca ou nem performar. Esse resultado também se deve muito ao tipo de pessoa que está dentro da organização, pois são as pessoas que vivem a cultura. 

 

Pense, por exemplo, em dois donos de empresas diferentes, mas que são do mesmo segmento, na mesma cidade, e com o mesmo tipo de mão-de-obra. A primeira empresa tem funcionários engajados, acolhe muito bem os seus clientes, e cresce constantemente.

 

Já a segunda tem funcionários desanimados, os clientes são mal atendidos e está tendo prejuízos. O que muda de uma empresa para outra, além da cultura? O dono. 

 

A empresa é reflexo do dono. Todo negócio tem muito a ver com a personalidade e com os valores de quem a gere. Se o empresário quer uma cultura organizacional específica para o seu negócio, ela também precisa fazer sentido com os valores dele.

 

Sendo assim, uma vez que o empresário tem ciência da cultura organizacional de sua empresa, ele tem que disseminar a missão, visão e valores de seu negócio aos seus colaboradores. E, mais do que disseminar, é necessário fazer com que a equipe acredite nessa cultura. 

 

Muitos donos de empresa não criam uma cultura organizacional intencional, ela simplesmente acontece. Nestes casos, o empreendedor deixa muitas brechas abertas para criar uma cultura de comportamentos que não gostaria em sua empresa. Por exemplo, é muito comum ver em empresas a cultura do desculpability (dar desculpas).

 

Quando um prazo não é cumprido, uma meta não é batida ou algo sai do controle, a primeira resposta do colaborador é responsabilizar algo ou alguém por aquele fato, sem buscar entender o que poderia ter sido feito ou responsabilizar-se sobre aquele fato. 

 

Com certeza, ninguém cria uma cultura de desculpability intencionalmente na empresa. Ela acontece, 

 

Empresas que têm culturas organizacionais consolidadas e querem modificá-las precisam embarcar num processo longo, que pode demorar até cinco anos. Por isso, se você  já identificou que há deficiências na cultura da sua empresa, comece a agir o quanto antes.

 

O primeiro passo é criar o PVE. A partir deste documento será possível visualizar qual a visão, missão, valores e comportamentos que deverão compor a cultura empresarial. 

 

Assista a seguir no episódio do Café com Comandante como o PVE pode ser utilizado no processo de mudança de cultura organizacional

 

Como funciona o PVE

Se você quer colocar todo mundo na mesma página, primeiro precisa escrever essa página. Essa folha em branco é que é o PVE. Mas como preencher este documento do zero? Confira o passo a passo:

  • Visão: é a ideia do que a empresa vai ser;
  • Missão: o propósito da empresa, como ela irá mudar o mercado, o mundo, as pessoas;
  • Valores: quais os comportamentos que são valorizados e praticados no dia a dia da empresa por toda a equipe;
  • Como isso vai ser vivenciado no dia a dia: listar dinâmicas e ações que serão adotadas para toda a equipe conhecer a missão, visão e valores para estar alinhado a eles. Você pode começar criando um código de cultura, por exemplo. 

Algumas perguntas para responder no PVE:

  • Onde você quer chegar?
  • Porque você faz o que faz?
  • Qual o propósito da sua empresa?
  • Quais são os comportamentos admirados?
  • Quais são os comportamentos intoleráveis?
  • Qual o tipo de profissional você quer ter na sua equipe?
  • Qual tipo de profissional você não quer ter na sua equipe?
  • Como você cumpre o que você fala?

Antes de começar a preencher confira também o conteúdo sobre missão, visão e valores da empresa. 

 

Confira a seguir algumas experiências práticas de empresários experientes que já usaram o PVE:

 

 

Inscreva-se agora no Programa EAG e aprenda como fortalecer a cultura organizacional da sua empresa!

 

Conclusão

O PVE è uma ferramenta para denhar uma cultura organizacional forte e garantir que os funcionários entendam qual é o objetivo da empresa e onde ela quer chegar.

 

Preencher este documento é um divisor de águas na empresa, já que a clareza poderá desencadear um processo de correção de jornada longo, com demissões, feedbacks e muito trabalho até que todos da equipe estejam alinhados com os mesmos valores, propósitos e comportamentos da organização. 

 

Na prática, aplicar o PVE na empresa é uma estratégia que também visa garantir o engajamento da equipe e organização da empresa. 

 

Se você precisa de ajuda para fazer uma mudança na sua cultura organizacional o Programa EAG é o lugar certo para você!

 

Ao longo de nossos treinamentos já ajudamos milhares de empresários que aprenderam como preencher o PVE e conseguiram resultados extraordinários! Conheça algumas destas histórias na playlist de depoimentos comandantes.,