Salário do empresário: como definir quanto ganha o dono da empresa

Empresário de braços cruzados. Atrás, uma calculadora e dinheiro do salário do empresário

Compartilhe esse conteúdo

Tempo de leitura: 5 minutos

Você sabe qual é o salário do empresário? Segundo um estudo publicado no International Journal of Economics and Finance, os empreendedores brasileiros ganham, em média, 19,68% a mais do que os trabalhadores. 

 

Mas ainda existem muitas dúvidas sobre como definir quanto ganha o dono da empresa, ou quanto um empreendedor recebe quando a empresa não tem lucro. Será que você está calculando esse valor da maneira correta?

Qual é o nome do salário de um empresário?

O salário do empresário é chamado de pró labore. É como qualquer outro salário da empresa: um valor fixo que você recebe pelo trabalho que você faz. Um erro muito comum é o dono que acha que pode fazer o que bem entende com o dinheiro da empresa, pagando seus luxos com o caixa do seu negócio.

 

Esse é o momento de controlar o seu ego e separar a conta de pessoa física (seus gastos pessoais) da pessoa jurídica (os custos do seu negócio). Você não é sua empresa.

Pró labore x Salário do dono

O pró labore é seu salário estipulado pela função que você exerce.

 

Seja você um CEO ou COO, esse valor entra em uma linha de custos da empresa. Fora do pró labore, como dono ou sócio da empresa, você também pode distribuir o lucro gerado pela empresa conforme o percentual de participação.

Como definir salário do empresário?

Confira no episódio de podcast abaixo dicas de como definir o salário do dono da empresa e detalhes sobre o cálculo do pró-labore:

Para definir o seu salário como empresário, basta seguir esses três passos:

  1. Separar suas contas físicas das contas de pessoa jurídica;
  2. Realizar uma pesquisa de mercado para saber o salário da sua função;
  3. Garantir que esse valor não prejudique a margem de lucro estipulada.

Primeiramente, você deve separar suas contas pessoais das contas da empresa. Os seus gastos não são os mesmos do seu negócio. O erro de muitos empresários misturar essas duas coisas, pagando seus luxos com o caixa da empresa.

 

No fim do dia, os números não mentem. Você não é sua empresa, se você quer ver sua empresa crescer, é necessário maturidade na hora de realizar a gestão desse dinheiro.

 

Depois, você deve pesquisar os valores de mercado da sua função e considerar que o seu pró labore não pode interferir na margem de lucro da sua empresa. Essa é a regra base para a definição do seu salário.

 

O objetivo de uma empresa é gerar lucro, e o seu pró labore NÃO é o lucro, é apenas uma despesa da sua empresa.

 

Para fazer esse cálculo você precisa estabelecer uma meta de margem de lucro. Com esse objetivo em mente, inclua seu salário nos custos, de maneira que ele não prejudique a margem de lucro da sua empresa.

Quanto ganha um empresário?

Segundo o portal Glassdoor, a média dos salários de empresários no Brasil é de cerca de R$ 5.440,00 por mês. Considerando o adicional de renda variável (bônus e participação de lucros), esse valor pode chegar a R$7.050,00 por mês.

Segundos dados da plataforma, inseridos por profissionais que compartilham seus salários, um empresário, no Brasil, pode ganhar até R$17.000,00.

Salário do empresário pode aumentar nos meses de lucro?

Um ponto importante para entender é que o pró-labore NÃO É parte do lucro da empresa. Ele é uma despesa assim como qualquer salário pago a um funcionário. Com o lucro que a empresa gera, você pode reinvestir na sua empresa para fazê-la crescer ou distribuir como dividendos.

 

O ideal é equilibrar essa balança, distribuir dividendos todo o mês é falta de gestão financeira na sua empresa.

 

Se você quer ver sua empresa crescendo, você precisa investir nela, utilizando o lucro que ela gerou. A recomendação é realizar a distribuição dos lucros a cada 6 meses, ou até mesmo uma vez por ano. 

Como o empresário recebe?

Entenda no episódio do Café com Comandante a seguir como o salário do empresário deve constar nos relatórios de contabilidade das finanças empresariais:

O seu pró labore deve ser registrado na DRE.

 

A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) é um registro de todas as operações financeiras da empresa, como receitas e despesas, para mostrar se houve lucro ou prejuízo. Portanto, o salário do empresário, assim como qualquer outro da empresa, deve ser incluído nesta conta.

 

a distribuição de dividendos acontece após o cálculo do DRE, e deve ser registrada no balanço patrimonial da empresa.

Sou dono de empresa, mas não tenho salário

Infelizmente, essa é uma frase muito comum: “tenho uma empresa, mas não tenho salário”.

 

Isso é um sintoma de falta de gestão financeira na sua empresa.

 

Já disse, mas o óbvio precisa ser dito: O seu salário, como dono da empresa, PRECISA fazer parte das despesas de pessoal da sua empresa. Essa remuneração é direito garantido pelo Decreto 3.048/99, e é obrigatório para os sócios que atuam em funções administrativas da empresa.

 

Agora, se a sua empresa não está atingindo as metas para sobreviver, é necessário atenção a quatro elementos da sua gestão financeira:

  1. Maximização de lucros;
  2. Maximização de fluxo de caixa;
  3. Alavancas do Marketing e Vendas;
  4. Alavancas do crescimento sustentável.

Esses quatro elementos são a base do nosso metódo Alavanque Seus Lucros aqui do EAG, criado com base em anos de experiência no campo de batalha ele pode aumentar seus lucros em até 66% em apenas 6 meses! Para isso, você precisa entender três pontos essenciais:

  • Faturamento é vaidade;
  • Lucro é sanidade;
  • Caixa é rei.

Pegou o comando?

Empresa sem lucro pode pagar salário ao empresário?

Como empresário, você tem uma responsabilidade com o salário dos seus funcionários. Isso inclui o seu salário. Reforçando novamente, o seu salário NÃO faz parte dos lucros da empresa. Se você não espera que um funcionário trabalhe sem salário, como esperar isso de você mesmo?

 

Nesses momentos de crise, é necessário cuidado. Se sua empresa não está gerando lucro você deve analisar seus resultados e indicadores para traçar novas estratégias para alcançar suas metas.

Quanto ganham os 10 empresários mais ricos do Brasil

Você sabe quanto ganham os empresários mais ricos do país?

 

Na 36.ª edição do ranking das pessoas mais ricas do planeta, a revista Forbes registrou 62 pessoas e famílias brasileiras com o patrimônio líquido estimado acima de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4,6 bilhões). Abaixo, os 10 empresários brasileiros mais ricos:

  1. Jorge Paulo Lemann | R$ 72,9 bilhões;
  2. Eduardo Saverin | R$ 49,2 bilhões;
  3. Marcel Hermann Telles | R$ 47,8 bilhões;
  4. Jorge Moll Filho | 45,5 bilhões;
  5. Carlos Alberto Sicupira | R$ 40,2 bilhões;
  6. Irmãos Safra | R$ 35,8 bilhões;
  7. Lúcia Maggi | R$ 32 bilhões;
  8. André Esteves | R$ 26,9 bilhões;
  9. Alexandre Behring | R$ 23,7 bilhões;
  10. Luciano Hang | R$ 22,3 bilhões.

Como aumentar salário do empresário?

Para aumentar seu salário como dono, sua empresa precisa gerar mais lucro. Isso é indiscutível, mas como alcançar esse resultado?

 

O primeiro passo é ter uma gestão financeira saudável. Reúna os dados, valores de entrada e saída, todo indicador de custo que pode te fazer entender o que está acontecendo na sua empresa. Lembre-se: o que não é registrado não pode ser gerenciado.

 

Com essas informações, você pode traçar um planejamento financeiro que possa te levar ao seu objetivo. Reduzir gastos, aumentar seu preço, rever sua estratégia de precificação, aumentar ticket médio.

 

Nesse momento você precisa considerar as necessidades específicas de sua empresa. Não adianta copiar a estratégia de alguém sem considerar a sua realidade.

Dito isso, observe outros empresários, como os da lista acima.

 

O que eles estão fazendo pode informar alguns passos que você pode tomar. Busque informações, leia, estude. Empreender é um processo de aprendizado constante, pois as habilidades que te trouxeram até aqui, não serão as mesmas que te levarão para o próximo nível.

 

Quer aumentar seus lucros e apender com quem tem experiência ajudando milhares de empresários a sair do caos? Inscreva-se no Programa EAG!