CEO: o que é? o que faz? Funções, habilidades e características do cargo de liderança

CEO funções

Compartilhe esse conteúdo

Tempo de leitura: 14 minutos

Termo muito ouvido nas empresas ultimamente, a palavra CEO pode gerar muitas dúvidas, principalmente sobre quais são as funções aplicadas, ações e como se tornar um. CEO é a sigla em inglês de Chief Executive Officer, ou seja, Diretor Executivo. Dessa forma, é conhecido por ser o cargo com maior autoridade dentro da hierarquia de uma empresa.

 

É responsabilidade deste cargo criar estratégias, metas, visões e decisões da companhia, liderando o negócio em todos os quesitos, desde os recursos humanos até o comercial. As principais atividades atribuídas são o gerenciamento dos recursos, das operações, decisões, além da conexão da comunicação entre todos os setores.

 

Ou seja, CEO é o representante oficial da empresa.

 

Significado das siglas nas empresas

O que é CEO

Muitas siglas tem sido aplicadas para definir cargos de liderança ou atividades específicas de cada um deles. Veja abaixo quais são elas e suas aplicações:

 

CEO (Chief Executive Officer) – Diretor Executivo

O CEO é o cargo mais alto de uma empresa, onde o profissional é quem realiza a visão estratégica da companhia.

 

É ele quem acompanhará todas as atividades do cotidiano, além dos outros executivos das demais áreas existentes no negócio.

 

COO (Chief Operating Officer) – Diretor de Operações

O COO é quem coordena com proximidade as rotinas de operação da empresa – geralmente trabalha em conjunto com o CFO.

 

É de responsabilidade do COO garantir com que as ações sejam eficientes e produtivas, assim como manejar corretamente a gestão dos recursos.

 

Muitas empresas possuem vários COOs, onde cada um deles comanda uma linha ou área do negócio.

 

CFO (Chief Financial Officer) – Diretor Financeiro

É o CFO que coordenará o fluxo de caixa, o andamento do orçamento, o planejamento financeiro e por fim, monitorar o andamento e proximidade com as metas e objetivos traçados.

 

Ele é o responsável por visualizar além do fechamento dos relatórios financeiros, verificando a origem e os riscos da organização como um todo.

 

CMO (Chief Marketing Officer) – Diretor de Marketing

O CMO são os profissionais que coordenam e supervisionam todas as ações referentes à área de marketing da empresa.

 

Nesse caso, desde o cuidado da marca institucional, posicionamento no mercado e a busca pelos melhores resultados e produtos usando técnicas de marketing aplicadas.

 

CTO (Chief Technical Officer) – Diretor de Tecnologia

Bem comum de ser encontrado em empresas que atuam de maneira completamente digital.

 

Dentro da hierarquia de cargos, ele tem foco principalmente na visão técnica do negócio.

 

CRO (Chief Revenue Officer) – Diretor de Vendas

É o responsável por realizar a gestão de todos os setores da empresa de modo a aumentar a receita, seja atraindo mais clientes, prospectando novos interessados ou focando na relação com o mesmo – seja no pré ou pós venda.

 

Ele é quem realiza a gestão dos times tanto de marketing, vendas e customer, aprimorando todos os resultados, integrando e fiscalizando a qualidade que está sendo apresentada.

 

Esse profissional possui uma visão mais completa da jornada de compra, desde o início até a manutenção do cliente fidelizado.

 

CSO (Chief Strategy Officer)- Diretor da Estratégia

Por fim, esse é o profissional responsável por criar e executar ações estratégicas em toda a empresa.

 

Geralmente é ele quem cria a visão, missão e valores de uma organização, visando o maior desenvolvimento para atingir novos níveis financeiros dentro de uma companhia.

 

Ele é o comunicador chave para traçar as estratégicas que serão compreendidas por todos os colaboradores da empresa.

 

Qual a diferença entre CEO e presidente?

Essa diferença acontece principalmente no grau de autoridade aplicado na empresa. A distinção está bem explicada nesse artigo do jornal Chron: o CEO é um líder em todos os momentos para a tomada de decisões, respondendo de forma direta ao conselho.

 

Enquanto isso, o presidente faz parte do conselho e atua de forma variável em cada empresa, aliás, muitas pessoas são diretores e CEOs.

 

O que faz um CEO?

Função de um CEO

Ficou curioso para saber, afinal, o que um CEO faz?

 

Confira abaixo mais sobre as atuações desse cargo e fique por dentro!

 

Ter visão de todos os departamentos

Esse profissional deve ter a capacidade de enxergar a empresa como um todo em todas suas áreas.

 

É ele quem tomará as decisões mais complicadas para que a companhia possa ter um melhor direcionamento, verificando os pontos fracos e atuando para a mudança dos mesmos.

 

Atrair e reter talentos

Uma das principais responsabilidades da atuação do CEO é identificar e manter os talentos que a companhia possui.

 

Por isso, a visão ampla é tão importante, verificando quais são os tipos de competências técnicas e pessoais que cada colaborador possui.

 

Depois disso, deve realizar ações e investimentos para garantir que a equipe contenha os melhores profissionais da área, gerando uma alta performance.

 

Definir a visão, missão e estratégia

Esses são os conceitos primordiais para direcionar as ações e decisões que devem ser tomadas pelo negócio.

 

Fica por conta do CEO definir quais são esses conceitos, visto que assim, têm-se um melhor planejamento de onde se quer chegar a médio e longo prazo.

 

Entenda mais sobre esses conceitos abaixo:

  • Visão: ideia sobre o futuro da empresa;
  • Missão: propósito claro da companhia – aquilo que dará motivação para os colaboradores;
  • Direção estratégica: passo a passo da execução das ações – sempre levando em consideração os dois itens anteriores.

Ou seja, é a pessoa que define a cultura organizacional da empresa e o planejamento estratégico.

 

Dar e receber mentoria

Diante de grandes responsabilidades, esse profissional deve estar preparado para repassar e ensinar seus conhecimentos para outros colaboradores.

 

Geralmente esse profissional inicia sua carreira recebendo os ensinamentos de outro CEO com mais experiência, aprimorando-se ainda mais.

 

No futuro, ele será o responsável por compartilhar tudo o que sabe com aspirantes a CEO.

 

Direcionar a gestão da empresa

Por estar no topo da hierarquia do negócio, é ele que tomará todas as decisões de maior importância.

 

Assim, é preciso muito planejamento, assertividade, reflexão, flexibilidade e visão completa do mercado atuante.

 

Por isso, como já dito anteriormente, o mesmo deve conhecer a companhia em todos os seus quesitos para tomar decisões com maior consciência e atenção.

 

Disseminar a cultura e os valores da companhia

Ele também é o responsável por definir quais são os valores e cultura organizacional, o que será primordial para escolher os futuros profissionais e formar times condizentes.

 

Os valores são são os princípios base do negócio, assim, servem como pilar para que o comportamento dos colaboradores e líderes sejam coordenado.

 

Esses são os principais fatores que ditam as características em comum de todos os funcionários e superiores, usados assim para atingir o objetivo ou meta traçado.

 

Verificar como o dinheiro da empresa é gasto

É de responsabilidade do CEO estar por dentro de tudo que acontece na área financeira da companhia desde o fluxo de caixa até os mais detalhados relatórios de contabilidade.

 

Dessa forma, a decisão final é de responsabilidade dele, assim como as estratégias e planos adotados.

 

Liderar o time

Por fim, ao ocupar o topo dos demais cargos, é ele quem deve liderar as outras pessoas.

 

Aqui é importante demonstrar a diferença entre apenas dar ordens: é preciso atuar com competências de comando e liderança.

 

Ele deve inspirar e engajar os colaboradores para que o objetivo final seja atingido com alegria e senso de comunidade, por isso, sua atuação também serve como um espelho para todos os outros envolvidos.

 

Ficou curioso para saber mais sobre a atuação do CEO dentro de uma companhia? Acompanhe abaixo quais são todas elas por meio do podcast do EAG:

 

CEO da empresa pode ter mais de uma função?

Esse profissional tem múltiplas responsabilidades para com a equipe. Ele deve estar atento desde o início de um planejamento estratégico até mesmo na imagem que a empresa quer repassar para seus clientes e no mercado de trabalho.

 

A mente do CEO deve enxergar a companhia como um todo, ligando os pontos entre todos os setores assim como os planos que serão administrados em prol de uma meta em conjunto.

 

O foco é o crescimento como um todo, sabendo quando certa área precisa de mais atenção, como delegar funções para diferentes pessoas e a aplicação de estratégicas.

 

Como um CEO trabalha?

Geralmente os CEOs possuem alguns hábitos em comum entre si. Acompanhe quais são eles abaixo:

 

Definindo tarefas prioritárias

É comum que o CEO defina três pautas de maior importância para resolver durante determinado período de tempo.

 

Assim, ele escolhe quais são aquelas que terão o maior impacto na empresa, porém, que possuem o menor esforço.

 

Bloqueio de agenda semanal

O CEO geralmente tira um dia para ficar fora do escritório e assim, organizar seus pensamentos com mais calma.

 

Esse profissional está sempre sendo bombardeado com milhares de informações e demandas, dessa maneira, é preciso parar e compreender todos os pontos com mais clareza.

 

Organização com lista de tarefas

O CEO realiza muitas reuniões durante o dia, organizando seus próximos afazeres e também assuntos que merecem atenção.

 

Dessa forma, é um heavy user de tecnologias que facilitem seu dia a dia, principalmente aquelas que reproduzem uma lista básica de tarefas.

 

Algumas das mais recomendadas são:

  • Wunderlist;
  • Evernote;
  • Google Agenda.

Contato frequente com a equipe

O CEO deve definir profissionais chave dentro da empresa, assim, poderá distribuir as principais funções e ser acionado quando questões mais sérias precisam de auxílio.

 

É preciso equilíbrio entre aquilo que pode ser resolvido pelos terceiros e o que exige atenção única do CEO, do contrário, haverá uma sobrecarga negativa.

 

Rapidez em decisões

Mesmo com tantas ações e funções exigidas desse profissional, ainda assim é preciso ter rapidez e agilidade na tomada de decisões.

 

É primordial o acesso aos dados e informações disponíveis para que um planejamento e ações direcionadas sejam realizadas.

 

Proximidade com os colaboradores

O CEO possui proximidade com pessoas de diferentes setores e funções, informando-se sobre os projetos que estão seguidos, se há certa dificuldade e no que pode auxiliar.

 

Além disso, é uma maneira para aprender mais sobre os desafios que todos os diferentes funcionários enfrentam, disponibilizando ajuda e solução para as questões.

 

Qualquer empresa pode ter um CEO?

Nem todas as empresas possuem um CEO, porém, é bem comum que multinacionais tenham essa função bem estabelecida.

 

Apesar do termo ser mais comum em médias e grandes empresas, qualquer empresa pode ter um CEO. Isso deve ser previsto no organograma empresarial, documento que demonstra a hierarquia da equipe.

 

Sócio pode ser CEO?

Sócio pode ser CEO?

É possível, porém, é importante compreender que as duas funções são bem diferentes entre si.

 

O CEO ele está preparado para empreender e comandar toda a equipe, além de ter que compreender tanto sobre financeiro, gestão, recursos humanos e tantas outras áreas.

 

Diferente do sócio, o CEO deve estar sempre atento as próximas tendências e principais características que a companhia poderá enfrentar.

 

Como já visto acima, as funções de um CEO são muito além das que um sócio costuma executar, por isso, há a diferença de nomeação dos cargos e de ações.

 

Qual é o salário de um CEO?

É importante compreender que algumas empresas possuem sim um valor fixo para o salário do CEO, mas, que geralmente é usado o artifício do pró-labore.

 

O pró-labore é semelhante ao salário, onde é feito um cálculo específico para chegar ao valor mais justo para esse colaborador.

 

É importante entender sua diferença: a lei não especifica um valor, ficando a critério dos sócios determinar qual será essa quantia, assim como sua redução de impostos.

 

A única regra fixa é de que o pró-labore não pode ser menor do que o salário mínimo do ano referente.

 

Sendo assim, a quantia do salário de um CEO pode mudar conforme o tamanho da empresa e tantos outros fatores.

 

Salário médio de um CEO

Segundo o site Vagas, o salário inicial de um CEO é de aproximadamente R$2 mil, podendo chegar até R$10.

 

A média salarial para essa função – quando não utilizado o pró-labore -, é de R$4,5 mil.

 

Quais habilidades um CEO deve ter?

Existem habilidades primordiais que o indivíduo deve ter para que possa se tornar um CEO de sucesso. Confira algumas delas abaixo:

  • Conhecimento avançado em tecnologia: é preciso estar sempre por dentro das novidades, assim, identificando quais são os pontos fracos ou fortes do seu negócio;
  • Ter inteligência emocional: esse profissional deve tomar decisões arriscadas e lidar com os resultados – sejam positivos ou negativos -, ademais, precisa estar sempre calmo e transparente com todos os colaboradores;
  • Ser líder e gestor: esse cargo exige a presença de um líder e gestor, definindo objetivos, corrigindo erros, dando feedbacks, avaliando os resultados e mudando o rumo quando necessário – tudo isso sabendo lidar com as pessoas envolvidas em todas as diferentes operações;
  • Criatividade: com os avanços tecnológicos e mudanças muito rápidas, o CEO deve ser criativo e flexível para adaptar a empresa e os colaboradores a novas soluções, principalmente em relação a concorrência;
  • Comunicação clara: é primordial que esse profissional seja transparente e consiga se comunicar com clareza, independente de qual assunto seja. Assim, têm-se muito mais sucesso nas atividades e funções distribuídas;
  • Análise de dados: verificar os números do mercado, da concorrência e ter noção sobre a própria companhia são essenciais para a gestão correta do CEO;
  • Visão a longo prazo: é preciso ter uma visão estratégica de longo prazo, executando e premeditando as ações que vão levar a empresa para o objetivo desejado;
  • Poder de negociação: por fim, esse profissional deve saber negociar e garantir as melhores condições para sua empresa – desde os fornecedores, investidores, governo e imprensa -, protegendo os interesses internos.

 

5 características de CEO de grandes empresas

Conforme traçado pela Forbes, CEOs de grandes empresas possuem 5 características em comum. Confira quais são elas abaixo:

 

1 – Possuem agilidade na tomada de decisões

Diferente do que se imagina, os CEOs não esperam muito para tomarem novos rumos e decisões sobre a empresa, principalmente em momentos de declínio.

 

As empresas que agiram rapidamente para transformações em momentos críticos são as que mais geraram ganhos a curto prazo por entre os investidores.

 

2 – Fazem mudanças na equipe

Esses profissionais estão sempre prontos para deixar aquilo que não serve para trás, principalmente quando o assunto é sobre o time de colaboradores.

 

Nota-se que empresas que modificaram cerca de 20% de sua equipe em curto prazo, tiveram uma melhora significativa de mais de 4 pontos percentuais no RTA – retorno total ao acionista.

 

Estar sempre atento aos problemas internos e a possibilidade de mudanças é uma ação esperada de um CEO de sucesso.

 

3 – São adeptos de transformações de longo prazo

As empresas de maior sucesso realizam investimentos em planos de cinco anos ou mais.

 

Isso garante que gerem sempre novas ações ativas e mutáveis para o alcance do objetivo em comum.

 

Ademais, as mudanças de maior porte também precisam de maior investimento de capital, surtindo assim efeitos positivos a longo prazo.

 

4 – Pensam além do objetivo determinado

Os CEOs não costumam se concentrar apenas em atingirem o objetivo que foi traçado no passado, na verdade, já começam a traçar novos planos com base no novo patamar que vai ser atingido.

 

Esse processo é conhecido como a segunda fase de transformação, onde traçam novos desafios, uma nova visão de crescimento, além do desenvolvimento de novos produtos e serviços.

 

5 – Transformam os ganhos imediatos em investimento para novas estratégias

Geralmente, as empresas realizam a redução dos custos para aumentar a receita ou realizar uma reestruturação da marca.

 

Porém, uma estratégia muito adotada é a de desenvolver confiança no mercado, onde é preciso convencer investidores e analistas de que a empresa alavancará nossos recursos e ganhos.

 

Assim, com o investimento tanto no operacional mais rápido e uma história condizente para os interessados, há mais confiança e liberação de capital, o combo perfeito para uma transformação mais concreta.

 

Conheça alguns dos CEOs mais famosos do mundo abaixo!

 

1. Jeff Bezos – Amazon

CEO Jeff Bezos

Segundo a matéria da Forbes, Jeff Bezos, um dos homens mais ricos do mundo, é lembrado pelo trabalho duro e persistente.

 

Bezos é conhecido pela visão de mercado onde algumas decisões devem ser realizadas de “maneira metódica, cuidadosa e lenta, com grande deliberação e consulta”.

 

2. Steve Jobs – Apple

CEO Stve Jobs

Steve Jobs foi o criador de uma das empresas mais valiosas do mundo, mas, tudo isso só foi possível por seu jeito arrojado e único de pensar sobre o mercado.

 

Jobs tinha uma visão diferente sobre o mundo no geral e a própria marca, o que impactou diretamente na inovação da Apple.

 

3. Elon Musk – Tesla

CEO Elon Musk

Outro CEO de destaque é Elon Musk, lembrado por ser ousado e por investir em empreendimentos únicos.

 

Dono da segunda maior fortuna do planeta, ele é muito comparado com Steve Jobs, principalmente pela sua rapidez na obtenção de resultados.

 

4. Mark Zuckemberg – Meta

CEO Mark Zuckemberg

Um dos traços mais marcantes de Zuckemberg é sem dúvida o “brilho nos olhos”, combustível motor para inovar além de que levou ao antigo Facebook – agora chamado de Meta -, ser o que é hoje.

 

Além disso, ele é lembrado por ser um dos maiores adeptos do trabalho em equipe, desde o time escolhido para dar ao sonho forma, até os investidores que toparam o projeto.

 

5. Larry Page – Google

CEO Larry Page

Por fim, Larry Page transformou algo que já era comum na vida das pessoas em uma das maiores empresas do mundo. Antigamente existiam vários buscadores online, porém, nada como o Google.

 

Por meio de muito estudo de caso e da concorrência, Page encontrou a fórmula perfeita para superar as demais empresas e conquistar mais espaço no mundo dos negócios.

 

CEO brasileiros para se inspirar

Mas, não são somente nomes internacionais de CEO que você pode se inspirar.

 

Aqui no Brasil temos grandes exemplos de marcas de sucesso coordenadas por ótimos CEOs, confira abaixo!

 

Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza

CEO Luiza Trajano

Conhecida como uma das maiores empresárias do Brasil, Luiza Trajano está à frente da rede Magazine Luiza há mais de 20 anos, sempre inspirando e motivando os donos de negócios em nosso país.

 

O Magazine Luiza conseguiu se tornar uma das maiores empresas do Brasil, porém, Luiza teve uma trajetória longa até chegar onde está hoje.

 

Ela conta que cuidava do balcão da loja da família desde os 12 anos, mas, foi com 18 anos de idade que começou sua carreira efetiva na empresa, passando por todos os setores até atingir o comando – cargo que ocupa até hoje.

 

Ela é uma das poucas CEOs de maior renome da América Latina, lembrada principalmente pela sua defesa do empoderamento feminino e maior ocupação de cargos por mulheres.

 

As duas principais lições repassadas por Luiza, são:

  • Esteja próximo de seu consumidor;

  • Toda organização deve enxergar o funcionário como um empreendedor.

Cristina Junqueira – Nubank

CEO Junqueira Nubank

Outra brasileira que ocupa a lista de bilionárias da revista Forbes no setor financeiro, Cristina Junqueira é a confundadora da Nubank, banco que já ultrapassou grandes nomes como Itaú e Bradesco.

 

Cristina inclusive atuou no LuizaCred, antiga empresa de financiamentos da Magazine Luiza, posteriormente trabalhando no Itaú Unibanco.

 

Mas, sua vida mudou quando antes dos 30 anos foi convidada para ingressar em um projeto para a área de cartões – o início do que conhecemos hoje como Nubank.

 

Classificada pelo machismo como “chata e difícil”, Cristina provou ser uma empreendedora nata e com visão de negócio ao integrar parte da equipe do Nubank.

 

Hoje, é vista como uma referência de inovação, de gestão e de versatilidade.

 

Carla Sarni – Sorridents

Criadora da maior rede de clínicas odontológicas do Brasil, Carla era conhecida por ser camelô nos tempos de faculdade para ajudar no pagamento das mensalidades.

 

Hoje, possui 5 milhões de clientes e mais de 400 mil pacientes em tratamento. Conforme entrevista para a Istoé Dinheiro, afirma que é preciso trabalho, planejamento e foco para bons resultados empresariais.

 

Assim, é possível identificar por diferentes pessoas quais são as características em comum que CEOs de sucesso possuem, não é mesmo?

 

Clique no podcast abaixo e saiba mais sobre como ser um empreendedor de sucesso! Comece agora mesmo!

Artur Grynbaum – O Boticário

CEO O Boticário

CEO do grupo O Boticário, ingressou no time da companhia no ano de 1986, subindo de cargo desde então até os dias de hoje.

 

Na época, Grynbaum foi contratado como assistente financeiro com muita desconfiança por parte dos funcionários, principalmente por ter ingressado no negócio fundado por seu cunhado, Miguel Krigsner.

 

Ele conta, segundo o portal Suno, que pelo contrário do que se imaginava, teve que trabalhar o dobro do que os outros colaboradores, tudo para conseguir provar que era bom e merecia o cargo de ocupação.

 

Depois disso, passou pelas funções de assessor de diretoria, diretor financeiro, comercial e vice-presidente, tornando-se CEO.

 

Marcelo Germano – Empresa Autogerenciável

Marcelo Germano

O criador do método EAG, Marcelo Germano é empresário há mais de 25 anos e possui cinco empresas de diferentes ramos.

 

Vencedor do prêmio Midshifters pelo RD Station na categoria de Vendas e Gestão, Germano prega a instalação da cultura organizacional, gestão de qualidade e retenção de talentos para obter-se uma empresa autogerenciável.

 

Agora que você já sabe mais sobre as funções e propriedades necessárias de um CEO, o que está esperando para mudar sua vida e ser uma referência no mercado?

 

Entre em contato com o EAG e saiba como podemos te ajudar em todo esse processo!