Como fazer minha empresa crescer: saiba o que falta e dicas para seu negócio decolar!

como fazer minha empresa crescer

Compartilhe esse conteúdo

Tempo de leitura: 8 minutos

No ano de 2021 o Brasil bateu o recorde de abertura de empresas. Segundo dados do Ministério da Economia foram aproximadamente 4 milhões de novos negócios abertos, resultando em um crescimento de 20% em relação a 2020. Mas, o fato é que muitas delas não passam do 5ª ano de vida. Então, como superar a estatística e se manter no mercado? Pensando todos os dias: “como fazer minha empresa crescer”?

 

O crescimento empresarial é algo que precisa acontecer para manter um negócio relevante no mercado. Sem isso, em questão de tempo o negócio é sucumbido pelas inovações e concorrência.

 

Fazer uma empresa crescer, portanto, não significa somente aumentar a equipe e o faturamento. Além disso, é estar sempre em movimento, acompanhando as tendências do setor para fidelizar a concorrência.

 

Confira a seguir  tudo o que você precisa saber para sua empresa crescer de vez e quais são as dicas que uma Empresa Autogerenciável deve e aplicar!

 

Por que uma empresa não cresce?

Uma empresa não cresce por vários fatores, mas, o principal é a falta de organização, de processos internos, investimento em planejamento estratégico, além de tantos outros detalhes.

 

Curioso? Confira abaixo cada um desses tópicos e tenha mais atenção em como melhorá-los no cotidiano do seu negócio e mudar seu futuro empresarial!

 

O que falta para fazer minha empresa crescer?

O que falta para sua empresa crescer

Às vezes o que está faltando em sua empresa é atenção e cuidado com os detalhes, ou então, profissionalização do seu negócio. 

 

No estudo do Ministério da Economia é demonstrado que grande parte dos empreendimentos no Brasil são abertos por necessidade e não por oportunidade. Ou seja, quer dizer que abrir uma empresa é uma forma de ganhar dinheiro, ou de poder trabalhar com o que gosta.

 

Grande parte dos empresários não abre negócios porque encontrou uma oportunidade no mercado. Sendo assim, essa grande proporção de novas empresas acabam sendo gerenciada com redução de custos. Por mais que os donos dediquem muito tempo e esforços a empresa, não entendem de gestão. Assim, acabam gerindo os negócios de forma amadora.

 

Portanto, um dos primeiros passos é profissionalizar a gestão da sua empresa. Para isso, o empesário poderá contar com ajuda externa: cursos, treinamentos, aperfeiçoamentos. Além disso, também pode obter as dicas da Empresa Autogerenciável, que ensinam uma metodologia profissional para gestão de empresas de sucesso. Ou seja, empresas que estão sempre crescendo!

 

Os tópicos a seguir aplicados pela EAG demonstram o que um empresário profissional deve aplicar numa empresa para fazer ela crescer. Se você não faz isso no seu negócio, já sabe o que está faltando…

 

Planejamento estratégico

Para realizar um planejamento de sucesso, primeiro é preciso realizar uma análise completa de sua empresa, seguindo os seguintes pontos:

  • Cultura organizacional: qual a cultura que você criou ou está implementando em sua companhia?
  • Ambiente externo: aqui você deve parar e pensar em como o ambiente externo está impactando seu negócio de forma interna. Pense em como isso está beneficiando ou atrapalhando o progresso;
  • Estratégia de negócio: aqui você deve pensar em quais são os meios que aplicará para que sua empresa cresça cada vez mais – como você terá mais competitividade?
  • Estratégia corporativa: o que você fará para expandir o seu negócio, onde direcionará o foco para sua diferenciação ou para ter mais intimidade do cliente.

Alinhando esses pontos de início, você poderá criar um “norte” para seus esforços e assim, aumentar cada vez mais o crescimento de sua empresa.

 

Organograma empresarial

Você sabe do que se trata um organograma empresarial? Essa estratégia nada mais é do que definir exatamente quais são as posições dos integrantes da equipe.

 

É preciso que cada funcionário saiba exatamente qual é a sua função, quais são seus afazeres, o que é esperado de cada um, facilitando e diminuindo a rotação das ações do dia a dia.

 

Quando o colaborador sabe quais são suas funções, ele poupa tempo, dinheiro e esforços, aplicando toda sua ação e visando o objetivo final que lhe foi atribuído.

 

Cultura organizacional forte

Ao estabelecer uma cultura organizacional forte, você estará direcionando sua empresa e seus funcionários em prol do objetivo final com muito mais facilidade e atenção.

 

Com isso, você aumenta sua gestão interna, sua visão de negócios externa, pode angariar os melhores talentos para sua empresa, além da retenção de funcionários.

 

Grandes empresas como Coca-Cola, Apple, Amazon e Ambev são lembradas por investirem grandes esforços e ações para ter uma cultura organizacional firmada, fortalecendo a equipe e o trabalho interno.

 

Gestão à vista

A gestão à vista é um modelo de gerenciamento disponibilizado aos colaboradores para que consigam acompanhar o desempenho empresarial em tempo real.

 

Assim, é possível pensar em estratégias eficientes de modo a aumentar os resultados via engajamento e maior produtividade.

 

Por meio da tecnologia da informação e o uso de equipamentos específicos, é possível visualizar todo esse acompanhamento e decisão precisa, principalmente pela comunicação de dados.

 

Assim, têm-se muito mais democratização da informação, muito mais engajamento por parte da equipe, maior tomada de decisão e controle de metas.

 

Plano de carreira e desenvolvimento

É primordial que a empresa tenha um plano de carreira desenvolvido e muito bem traçado, sendo assim, o colaborador sabe exatamente qual seu futuro potencial dentro da empresa.

 

Além disso, por meio de feedbacks e reuniões 1:1, têm-se uma maior preocupação no desenvolvimento do funcionário, de suas atividades e habilidades, implementando a atuação dentro da empresa e de forma individual.

 

Com uma atenção direcionada e especificada em cada colaborador da empresa, você possui uma maior retenção de talentos, redução de turnover e maior interesse de futuros candidatos.

 

Estratégias de marketing e vendas

Ao estabelecer estratégias de marketing e de vendas específicas em sua empresa, você sabe exatamente como direcionar mais foco e clareza todos os colaboradores.

 

Por meio de um passo a passo com todos os planos e ações que serão feitos, as ações tomadas são muito mais práticas e concisas do que quando não se tem um planejamento claro.

 

Assim, é de suma importância que empresas saibam o que desejam a longo, médio e curto prazo, estabelecendo tomadas de decisões específicas e precisas.

 

Isso estimula a equipe e gera um maior engajamento, principalmente porque é possível visualizar com mais facilidade o que deve ser feito e o porque está sendo executado.

 

Inteligência emocional

Uma equipe composta de pessoas que possuem inteligência emocional é muito mais direcionada, focada e engajada do que aquelas que não.

 

Ao ter maior conhecimento sobre si, como é a atuação em time e como essas relações interpessoais são importantes e sempre necessárias, a empresa terá resultados muito mais positivos e alcançáveis.

 

A inteligência emocional é composta do conhecimento sobre os seus sentimentos e como controlá-los, ideal para momentos de instabilidade ou em situações mais complicadas.

 

Nesse caso, ela é dividida em cinco tópicos:

  • Autoconhecimento emocional;
  • Força mental;
  • Automotivação;
  • Empatia;
  • Habilidades sociais.

Como fazer minha empresa crescer mais rápido?

Agora que você tem uma noção mais clara sobre algumas estratégias para que sua empresa seja maior do que o esperado, acompanhe abaixo algumas ações essenciais para esse crescimento.

 

Como fazer minha empresa crescer nas redes sociais

Ter uma presença forte e marcante nas redes sociais é um dos primeiros passos para quem quer ganhar fama e comprovar a eficiência do produto ou serviço vendido.

 

Ao desenvolver uma linha de pensamento e storytelling da marca, há uma maior interação e engajamento por parte dos consumidores e trabalhadores, personalizando ainda mais a experiência.

 

Além disso, é uma ótima forma de conseguir exibir depoimentos e opiniões de outros consumidores, comprovando a veracidade e aumentando a credibilidade dos interessados no produto.

 

Muitas ações podem ser realizadas com as redes sociais, como:

  • Campanhas de divulgação nichadas para o público alvo;
  • Publicidade para angariar novos clientes;
  • Promoções e estratégias para divulgação via compartilhamento, curtidas e comentários.

Está curioso para saber mais? Assita o episódio a seguir do podcast Empresa Autogerenciável e saiba sobre quais são as estratégias de marketing que todo empresário deve conhecer:

https://open.spotify.com/episode/73XZLTRHqqQvqocK2N7PA1?si=3efe270bf0f54435

Como fazer minha empresa crescer no mercado

Para uma empresa crescer no mercado é de suma importância investir em inovação, em cultura organizacional, planejamento estratégico e investimento contínuo nos funcionários.

 

Primeiramente, ao ter uma cultura única e aplicada no dia a dia, sua empresa direciona quais são os hábitos bem aceitos, sabe impor o que não é bem quisto, além de reter e chamar mais talentos para compor o quadro de funcionários.

 

O planejamento estratégico é usado para definir quais são os próximos passos para alcançar os objetivos determinados, o que será preciso executar para as funções com maestria e muito mais facilidade.

 

E por fim, o investimento nos funcionários por meio de plano de carreira, bonificações, premiações, dinâmicas e integração de equipe são peça chave para que a empresa continue crescendo e assim, encontrando inovações a todo o momento.

 

Veja abaixo o vídeo de Marcelo Germano sobre estratégias de venda essenciais para lucrar mais e impulsionar sua empresa como nunca antes!

Como fazer minha empresa crescer financeiramente

Um dos objetivos mais esperados da empresa é, sem dúvidas, crescer financeiramente. Sendo assim, é preciso adotar algumas ações essenciais para que isso aconteça dentro de um período determinado.

 

A gestão financeira profissional é uma das primeiras etapas, por isso, o comandante deve ter o conhecimento sobre finanças e saber aplicá-la no dia a dia.

 

É importante entender que ele não precisa realizar esse gerenciamento caso não queira, porém, deve saber como funciona para supervisionar e traçar novos planos futuros.

 

Além disso, deve-se aplicar os 6 pilares para tornar qualquer empresa autogerenciável, veja quais são eles abaixo:

  • Domínio pessoal: é preciso que o comandante saiba liderar e não deixar com que seus problemas pessoais interfiram no desempenho da empresa;
  • Cultura: uma cultura organizacional forte é primordial para criar uma empresa forte;
  • Liderança: o líder é o responsável tanto por afundar quanto por levantar uma empresa;
  • Gestão: observar os indicadores e utilizar como meio de promover o crescimento da empresa é primordial;
  • Finanças: é preciso atenção nos números e os próximos rumos que serão tomados baseando-se neles;
  • Tração: por fim, esse tópico é sobre como você converte, retém e mantém os clientes de sua companhia.

Tudo isso é essencial para que sua empresa consiga sair do zero e crescer cada vez mais.

 

Ficou curioso? Assista o episódio de podcsat a seguir e aprenda sobre como fazer gestão financeira em tempos difíceis!

Como planejar o crescimento da minha empresa?

Existem algumas formas que o comandante pode inserir como objetivo de crescimento de sua empresa que vão além dos valores monetários e crescimento financeiro.

 

Veja quais são eles abaixo:

 

Nova filial

Que tal criar uma nova filiar para sua empresa? Seja ela na mesma cidade de origem ou em outras, basta que ela continue recebendo/destinando o financeiro para a matriz.

 

Essa é uma boa forma de expandir a empresa, principalmente para quem quer frutificar os negócios em outra região e assim, inovar a companhia.

 

Franquia

Uma franquia da empresa é basicamente a “cópia e transferência” do mesmo modelo de negócio para outro ponto, do qual é feito com autorização expressa de quem possui os direitos iniciais.

 

Nesse caso, o franqueado deve pagar royalties para a franquia original, mas, ele é o responsável por todos os resultados, pelo investimento, reinvestimento, gestão pessoal e especificidades da unidade em questão.

 

Essa é uma ótima forma para quem deseja ampliar a marca, principalmente por continuar ganhando com outras unidades.

Vender a empresa

Por fim, muitas empresas acabam sendo vendidas, mas, porque será?

 

São várias as razões, como por exemplo:

  • Mudança de posicionamento estratégico: causada por vários motivos, desde visão de negócio ou até mesmo a falta de identificação com o dono, essa pode ser uma das razões do porque uma companhia é vendida;
  • Questões financeiras: um dos motivos mais óbvios, uma empresa pode ser vendida como uma possível forma de recuperação de dinheiro e até mesmo aceitação de investidores externos;
  • Propostas externas: comum em negócios que tem um crescimento muito além do esperado, companhias maiores ou investidores podem se oferecer para compra;
  • Problemas entre sócios: seja por perspectivas diferentes ou problemas internos, muitas empresas acabam sendo vendidas – seja em partes ou de forma integral -, por conflitos entre proprietários;
  • Reforma ou repasse: comum em empresas de caráter privado, seja pelo motivo de uma mudança para novos padrões ou para sucessão, essa é uma das outras razões que companhias podem ser vendidas.

Agora que você já sabe várias formas de conseguir aumentar o crescimento de sua companhia, faça o Programa EAG e comece hoje uma nova história de sua companhia!