Equipe Autogerenciável: o que é e como criar equipe autogerida

O que é equipe autogerenciável

Compartilhe esse conteúdo

Tempo de leitura: 9 minutos

O trabalho em equipe é essencial em todo tipo de organização e faz parte da cultura organizacional definir qual é o tipo de dinâmica de trabalho que o time empresarial irá adotar. Uma das maiores tendências é o da equipe autogerida, ou equipe autogerenciável.

 

Segundo uma pesquisa da Fortune de 2019 cerca de 80% das empresas participantes do Fortune 1000 gerenciam equipes autogeridas. A preferência não é a toa, afinal, este tipo de organização de trabalho promete vários benefícios para o time e para a organização.

 

Não existe melhor lugar para entender o que é uma equipe autogerida senão no blog da Empresa Autogerenciável, empresa que já ensinou o método de construção de equipes autogerenciáveis para milhares de empresários em todo o Brasil!

 

Continue acompanhando para entender todos detalhes sobre este formato de time indispensável para donos de empresas que querem ter um negócio próprio de sucesso sem precisar estarem 100% do tempo presentes em atividades operacionais.

 

O que é uma equipe autogerenciável?

Uma equipe autogerida é formada por squads ou grupos de pessoas, geralmente, formado por profissionais multidisciplinares. A principal diferença em relação a outros modelos de trabalho é que, em equipes autogerenciáveis, os colaboradores têm um papel proativo no planejamento e execução das tarefas.

 

O fluxo de trabalho de uma equipe autogerida consiste em colaboradores capazes de administrar a própria agenda conforme as necessidades do time. Além disso, o próprio time também consegue organizar:

  • Prazos e demandas de serviços;
  • Gestão de férias e ausências;
  • Problemas de entrega entre colegas;
  • Treinamento de colaboradores;
  • Problemas operacionais;
  • Necessidades de novas contratações.

Em outras palavras, uma equipe autogerenciável começa a semana sabendo tudo o que precisa fazer e termina a semana com tudo entregue.

 

Pode parecer o sonho de todo empresário, mas o fato é que esta metodologia foi desenvolvida justamente para inovar a rotina das organizações, que cada vez mais, necessitam de uma dinâmica de trabalho que acompanhe o ritmo acelerado de demandas e inovações do mercado.

 

Confira no vídeo a seguir uma explicação do Marcelo Germano sobre o que é uma equipe autogerida e quais as habilidades de times que seguem este formato de trabalho.

 

Características de uma equipe autogerenciável

A principal característica de uma equipe autogerenciável é que o líder não é o único tomador de decisão. Os próprios colaboradores conseguem agir de forma a cumprir as demandas de trabalho, de forma proativa e consciente.

  • Autonomia para tomada de decisões;
  • Equipe multidisciplinar;
  • Proatividade para gestão de prazos e tarefas;
  • Responsabilidade com metas;
  • Competitivas;
  • Engajamento dos colaboradores;
  • Networking;
  • Enérgicas;
  • Criatividade para lidar com situações adversas.

No vídeo a seguir você entende mais detalhes sobre o objetivo de uma equipe autogerenciável!

Quais os tipos de equipe de trabalho

A equipe autogerenciável não é o único formato de trabalho existente. Além dela, também existem outros 6 tipos usados em organizações. Conheça as características de cada formato:

 

Equipe funcional

A principal característica da equipe funcional é que a tomada de decisão fica centralizada no gestor ou líder do time, enquanto os demais colaboradores possuem a mesma função. Não é tão comum em equipes multidisciplinares.

 

Equipe interfuncional

Equipes interfuncionais são compostas de profissionais de diferentes áreas, que desempenham funções diferentes. Apesar da diversidade de funções, o nível hierárquico dos colaboradores é o mesmo, de modo que todos têm liberdade para criar estratégias de forma colaborativa.

 

Equipe de projetos

Os squads ou equipes de projetos são feitos por profissionais de diferentes áreas para execução de uma tarefa específica. Após o término do projeto, a equipe é diluída e outra é formada para um novo projeto.

 

Equipe força-tarefa

Geralmente são formadas em situações emergenciais, para resolver uma crise ou imprevisto. Neste caso, os membros são convocados para resolver uma situação específica e ficam livres para definir a melhor estratégia para o cumprimento de um objetivo.

 

Equipe de solução de problemas

A equipe de solução de problemas é formada por profissionais de diferentes áreas reunidos para criar estratégias e implementar ideias. A única diferença para a equipe força-tarefa é que as situações deste caso não são tão urgentes, e podem ser desenvolvidas com mais tempo.

 

Equipe autogerida

Os colaboradores trabalham de modo colaborativo em prol de um objetivo em comum e têm liberdade para tomar decisões e definir a estratégia. A distribuição de tarefas é combinada entre os profissionais, assim como a comunicação que se dará para o andamento das tarefas.

 

Benefícios de uma equipe autogerida

Benefícios da equipe autogerenciável

Entre todos os formatos apresentados a equipe autogerenciável é a que tem mais benefícios. Afinal, ela se destacada como um método que permite ao empresário e ao líder ter mais tempo livre para focar em atividades de liderança, livrando tempo da agenda gasto com delegação e acompanhamento de tarefas.

 

Sendo assim, os principais benefícios de uma equipe autogerida são:

 

Eficiência e produtividade

A equipe torna-se mais eficiente e produtiva, pois ao ter conhecimento dos prazos e objetivos consegue se organizar de forma ágil.

 

Além disso, por estar em um clima de conhecimento e liderança compartilhada, todos se tornam responsáveis pelas entregas. O compromisso, garante uma maior produtividade.

 

Confiança

Um colaborador que faz parte de uma equipe autogerida trabalha em conjunto com os demais, de forma que suas atividades dependem de outras para que a tarefa maior seja concluída. Esse ambiente colaborativo faz com que se gere uma confiança mútua.

 

Colaboração 

Como os prazos e metas são da equipe, a colaboração é necessária para que todos desempenhem bem. Ao assumir a responsabilidade de forma coletiva, cria-se um ambiente de colaboração e cooperação.

Desenvolvimento de autonomia

Numa equipe em que é dever do próprio colaborador cumprir os prazos e encontrar os meios para entregar as tarefas, desenvolve-se autonomia para criar soluções e desempenhar o trabalho.

 

Amadurecimento profissional

A autonomia para lidar com prazos e entregas facilita o amadurecimento profissional. No longo prazo, a equipe desenvolve-se mais rápido, já que tem profissionais comprometidos com seus próprios resultados.

 

Comunicação alinhada

Num ambiente colaborativo, a comunicação alinhada é importante para que tudo seja entregue no esperado. Sendo assim, equipe autogeridas tendem a ser mais comunicativas, já que dependem do contato entre cada colaborador para alinhar as entregas e desenvolver as estratégias.

 

Aumento do nível de engajamento

Todos estes benefícios já listados até aqui: confiança, oportunidade de desenvolvimento e amadurecimento profissional, comunicação alinhada e feedback são itens que aumentam o nível de engajamento da equipe.

 

Inclusive, alguns dos benefícios dos times autogeridos são estratégias listadas entre os 12 passos para engajamento de equipes recomendados pelo Instituto Gallup num estudo feito com mais de 2 milhões de colaboradores!

 

Confira todos os benefícios de ter uma equipe de trabalho autogerida no episódio completo do Podcast EAG sobre o assunto!

 

Como criar uma equipe autogerida

Ok, já sabemos que equipes autogeridas é a solução para muitos problemas da gestão de empresas! Então, como criar uma no seu negócio? E tem como mudar um padrão que já foi estabelecido?

 

Como criar uma equipe autogerenciável

 

O primeiro passo será trabalhar a mudança da cultura organizacional. Afinal, é possível que a sua empresa ainda precise desenvolver certos comportamentos e valores imprescindíveis para este esquema de trabalho.

 

Por exemplo, se não é da cultura da sua empresa ter autodesenvolvimento, então isso vai precisar mudar. Pois, uma equipe autogerida está pautada em colaboradores capazes de desenvolver autonomia e maturidade para encontrar soluções colaborativas. Isso só é possível em pessoas com perfil proativo.

 

Se na sua empresa há pessoas com baixo nível de maturidade profissional e que são acostumadas a sempre perguntar para o líder ou então esperar que as demandas cheguem para então agir. Então, há grandes chances de ser necessário reformular o seu time!

 

Um processo de mudança de cultura organizacional é complexo e pode durar entre 3 a 5 anos, se feito num ritmo intenso. Por isso, é extremante recomendado que o faça de forma orientada por uma empresa ou profissional qualificado.

 

O programa EAG é um treinamento perfeito para as empresas que vivem este momento!

 

A metodologia foi desenvolvida de modo a ensinar os 6 pilares necessários para criar equipes autogerenciáveis em qualquer tipo de negócio.

 

Ao aplicá-los, terá não somente um time de alta performance autogerido, como também uma empresa que não necessita da presença do dono para crescer e ter resultados.

 

Algumas das técnicas que os comandantes participantes do Programa aprender a desenvolver são também os passos de como criar uma equipe

autogerenciável. Por exemplo:

Ter um bom processo de contratação

Se você quer ter uma equipe autogerida, precisa que os colaboradores do seu time estejam todos alinhados em relação à valores e comportamentos. Afinal, eles irão trabalhar de forma colaborativa.

 

Portanto, é importante que o modeo de pensamento dos funcionários sejam compatíveis.

 

Para garantia de que isso aconteça é preciso investir num bom processo de contratação, que inclua um fit cultural.

Criar uma rotina de alinhamentos

A equipe autogerenciável precisa ter uma rotina de alinhamentos para poder delegar tarefas, conversar sobre prazos e definir as melhores formas de desenvolver as tarefas.

 

Como são multidisciplinares, ter reuniões para conversar sobre demandas e estratégias é fundamental para a gestão da agenda de todos.

Fazer feedbacks construtivos

É papel do líder manter uma rotina de feedback com reuniões 1:1 para o desenvolvimento de todos os colaboradores do time.

 

Assim, a própria equipe terá capacidade de melhorar continuamente a entrega, rumo a resultados cada vez melhores.

Desenvolver a autonomia dos colaboradores

Colaboradores que fazem parte de equipes autogeridas precisam ter um bom nível de maturidade profissional.

 

No Programa EAG isso é desenvolvido a partir do treinamento Líder M4, no qual os líderes de equipe aprendem a identificar a maturidade dos funcionários e o que precisam fazer para desenvolver novas lideranças.

Fazer gestão à vista

A gestão colaborativa exige ter um propósito em comum. Portanto, fazer gestão à vista é muito recomendado para times autogeridos.

 

Pois, ao compartilhar a meta e objetivo com todos de forma visível, garante-se que todas as pessoas envolvidas estejam conectadas com o resultado esperado. Além disso, podem colaborar com ideias do que fazer para alcançar o número desejado.

Ter dinâmicas que geram energia

Manter o time motivado no trabalho é importante para a manutenção da produtividade e engajamento. Por isso, equipes autogeridas costumam ter uma rotina de dinâmicas e rituais que geram energia.

 

Um exemplo praticado pelo EAG é o método cumbuca, no qual toda a empresa é convidada a estudar um livro e criar planos de ações coletivos.

 

Confira todos os passos que você precisa para criar uma equipe autogerenciável a partir de 5 funcionários no episódio completo do Podcast Empresa Autogerenciável:

 

Exemplo de equipe autogerenciável

Confira no vídeo da série Equipe Autogerenciável no YouTube uma explicação do termo e quais as principais características destes times de alta performance.

 

A linha editorial no YouTube é uma documentação do dia a dia dos Eagênios, os colaboradores que fazem parte da Empresa Autogerenciável – a empresa que é o maior exemplo e equipe autogerida do Brasil!

 

Os participantes do time são chamados de Eagênios e, desde o processo de contratação, são selecionados com base nos valores da empresa para integrar uma equipe de alta performance. Ou seja, capazes de entregar os melhores resultados de forma colaborativa, gerenciando a si mesmos.

 

Confira mais detalhes no vídeo sobre o que é uma equipe autogerenciável, disponível no YouTube:

Conheça também o exemplo de alguns empresários que conseguiram construir equipes autogerenciáveis em suas empresas após passar pelo treinamento do Programa EAG!

 

O empresário Sidnet Brandt conseguiu organizar a empresa que estava no completo caos em somente 6 meses após implementar várias técnicas que transformaram a equipe dele numa versão muito mais produtiva! Agora, o time é 2x maior e segue crescendo…

 

Já o Angelo conseguiu bater as metas da empresa por um ano consecutivo depois de reformular o time e aplicar nele os conceitos de uma equipe autogerida.

 

O Thiago Ferraz era outro empresário que não aguentava mais a situação caótica da empresa.

 

Nada funcionava se ele não estivesse presente. Mas, após aprender os conceitos de uma equipe autogerenciável ele conseguiu sair do trabalho operacional e agora tem uma equipe engajada, capaz de entregar os resultados esperados.

 

Carlos Eduardo é outro empresário que conquistou uma equipe de alta performance graças ao EAG. A gestão de pessoas era péssima e também origem de muitos dos problemas de gestão da organização.

O seu depoimento pode ser o próximo a integrar essa lista? Basta você se inscrever no Programa EAG! 

 

Como é a rotina de uma equipe autogerenciável?

A Playlist da Equipe autogerenciável no YouTube te conta em detalhes como é a rotina e uma equipe autogerida. Navegue pelos conteúdos e tire a dúvida sobre como realizar cada tipo de processo de forma aplicada as características deste formato de trabalho em equipe.

 

Confira alguns dos assuntos que já foram abordados:

Quer ter uma rotina autogerenciável na sua empresa? Então inscreva-se no Programa EAG e aprenda o passo a passo de como criar um time de alta performance capaz de se gerenciar sozinho, sem necessidade do dono da empresa presente 100% do tempo.

 

Continue a acompanhar mais conteúdos sobre gestão de equipes de trabalho e negócios no Blog da Empresa Autogerenciável.