Feedback: positivo, negativo e outros tipos

Como dar feedback

Compartilhe esse conteúdo

Tempo de leitura: 11 minutos

O feedback é uma ferramenta indispensável para qualquer líder, porque é por meio dele que você vai reconhecer, engajar e desenvolver os colaboradores da sua empresa. E mais do que isso: a falta do feedback impacta diretamente na motivação dos seus funcionários. Uma pesquisa realizada pela FIA Employee Experience mostra que 20% dos colaboradores relata não receber avaliações de desempenho de seus gestores e, por conta disso, não se sentirem motivados para desenvolver novas habilidades.

 

Aqui você vai encontrar o que significa feedback, qual é a sua importância para o sucesso do negócio, quais são os principais tipos de feedback e ainda terá acesso a dicas imperdíveis sobre o que fazer na hora de aplicar e receber um feedback.

 

Significado de feedback

Feedback significa realimentar ou dar resposta a um determinado acontecimento e vem da junção de duas palavras em inglês: feed (alimentar) e back (de volta). Então, podemos entender o feedback como uma resposta ou reação, que pode ser positiva ou negativa. Em uma empresa, utilizamos essa ferramenta como uma forma de dar resposta sobre o trabalho e comportamento de um funcionário, gestor ou equipe.

 

O objetivo do feedback não é apenas focar em resultados, mas especificamente no desempenho da pessoa que está recebendo a resposta ou informação. Por isso, já faz um tempo que o termo passou a ser usado como sinônimo de avaliação e desenvolvimento profissional.

 

Importância do feedback

Como uma ferramenta de liderança, o feedback está se tornando cada vez mais popular nas empresas. Afinal,a liderança é feita de conversas e o feedback é uma das conversas mais importantes entre o líder e seu liderado. Apesar disso, ainda é comum que as pessoas não gostem de dar e receber feedbacks, porque a palavra acabou adquirindo uma conotação negativa.

 

Mesmo assim, o principal objetivo do feedback é ajudar no desenvolvimento profissional do funcionário. Mas, como fazer isso? Transformando essa conversa em uma troca de aprendizados entre líder e liderados. Entenda a seguir a importância do uso dessa ferramenta de forma adequada:

 

Para a empresa

O feedback é importante na relação entre empresa e cliente. Para entender se estão fazendo um bom trabalho, as empresas solicitam feedbacks para seus clientes sobre produtos ou serviços. Com essa avaliação,pode-se estudar melhorias e ajustes necessários.

 

Além disso, a empresa também se beneficia do feedback ao adotá-lo como parte da cultura organizacional. Afinal, uma rotina de feedbacks entre líderes e funcionários aumenta aumenta o engajamento do time e faz os alinhamentos necessários para que as pessoas performem melhores resultados.

 

Para os líderes

É indispensável que os líderes avaliem e reconheçam o desempenho da sua equipe. O feedback fornece uma estrutura segura e direta para isso, permitindo que os gestores tenham um canal de comunicação aberto para sugerir melhorias, tirar dúvidas e ajustar processos.

 

Para os colaboradores

Para os colaboradore s o feedback é importante para manter uma comunicação aberta com seus líderes. Quando bem conduzido, esta conversa de alinhamento garante um ambiente seguro para falar sobre dificuldades, pedir ajuda e alinhar detalhes das tarefas e processos.

 

Feedback como parte da avaliação de desempenho

A avaliação de desempenho é uma boa estratégia para manter colaboradores e líderes alinhados em relação às expectativas da empresa. No vídeo abaixo, confira a importância do feedback nessa situação e aprenda a usá-lo como uma ferramenta de avaliação:

 

 

Feedback Positivo

 

Reconhecer o bom comportamento e as boas ações dos colaboradores é uma forma de garantir o engajamento da sua equipe. E uma maneira excelente de fazer isso é por meio de um feedback positivo. A empresa Pulses, especializada em medição de clima organizacional, realizou uma pesquisa com 120.000 funcionários sobre esse assunto e descobriu que reconhecimento, justiça e desenvolvimento são grandes fatores de motivação. Além disso, o estudo também constatou que colaboradores que se sentem reconhecidos quando recebem um feedback positivo são até 2,4 vezes mais engajados.

 

Um fato conhecido sobre os seres humanos é que gostamos de ser reconhecidos quando fazemos alguma coisa bem-feita. Gostamos de saber que tal atitude está certa. Quando não existe feedback positivo, é natural que a pessoa não queira mais estar naquele ambiente. Por isso, o feedback de reconhecimento é tão importante.

Exemplos de feedback positivo:

  • Estive analisando nossos relatórios e vi que a ação que você realizou está trazendo resultados incríveis para o nosso time. Isso vai de encontro com o nosso compromisso em nos manter atualizados. Continue assim!

  • Parabéns pelo seu empenho na tarefa. O resultado ficou acima das expectativas!

  • As considerações que trouxe para o time são construtivas e produtivas. Continue se empenhando!

Feedback Negativo

 

O feedback “negativo” nada mais é do que a correção de um comportamento ou de uma tarefa realizada de maneira que não atingiu às expectativas da empresa. Assim como o feedback positivo, o objetivo dessa conversa é reafirmar ao colaborador como as coisas devem acontecer no seu negócio. Use como argumentos os princípios, valores e comportamentos presentes no código de cultura da empresa.

 

É importante lembrar que ninguém acorda de manhã e sai de casa pensando em fazer alguma coisa errada. Todos os seres humanos podem errar. Portanto, o papel do líder nessa situação é chamar a atenção do funcionário em relação ao erro cometido, explicar o porquê ter sido errado e, acima de tudo, apresentar ao colaborador uma maneira de fazer as coisas de modo diferente.

 

Exemplo de feedback negativo

  • Na semana passada você se atrasou para a reunião de segunda-feira. A equipe toda te esperou durante 20 minutos antes de decidirmos começar. Por causa disso, não conseguimos terminar de analisar todos os dados antes do final da reunião. Na próxima semana, você poderia sair de casa mais cedo para isso não acontecer novamente.

  • No último relatório você utilizou um dado equivocadamente, da próxima vez use esta técnica para fazer a atualização dos números

  • Na última semana o prazo para realização da tarefa não foi cumprido e, por conta disso, atrasamos a entrega para o cliente. O que houve de errado? Da próxima vez que isso acontecer, faça dessa forma para evitar o descumprimento do prazo.

Como evitar conflitos no feedback?

A verdade é que ninguém gosta de dizer algo negativo para outra pessoa. Mas isso é tão necessário quanto recompensar uma boa atitude. Portanto, líderes precisam etar preparados para dar feedbacks positivos e negativos, sempre que necessário. E isso significa sasber que feedbacks negativos têm maiores chances de desencadear conflito. Entretanto, tem algumas técnicas que ajudam a impedir que situações conflitosas aconteçam. Algumas recomendações são:

  • Preparar o colaborador para o momento do feedback;
  • Garantir ao colaborador de que é um ambiente seguro;
  • Demonstrar ao colaborador que mesmo a avaliação sendo negativa, isso não é uma crítica pessoal;
  • Entender que toda pessoa tem o desejo de ser amada e que quando têm reações negativas a uma conversa é porque estão em seu modo de defesa;
  • Saiba como conduzir a conversa para evitar que a pessoa entre no estado de defesa;
  • Não fuja dos conflitos, mas aprenda como conduzi-los para um ambiente de aprendizagem.

Aprenda com o Marcelo Germano como proceder em caso de conflitos na empresa para tirar o maior proveito dos diálogos:

Como dar feedback? Tipos de feedback

Existem vários modelos de feedback: Canva, Wall, Kudos, entre outros. Mas todos esses tipos têm algo muito importante em comum: o objetivo. Independentemente do modelo que você escolher aplicar, tenha em mente que o feedback deve ser encarado como uma ferramenta de desenvolvimento do seu colaborador. Aprenda aqui mais detalhes sobre como dar feedback. 

 

No episódio 11 do Podcast Empresa Autogerenciável, você pode entender melhor como uma rotina de feedbacks é necessária para que a sua empresa cresça. Confira:

 

 

A seguir, confira quais as diferenças entre os tipos de feedback e saiba qual a melhor alternativa para a sua empresa. No EAG, é usado o feeback MARCA.

 

Feedback MARCA

A sigla MARCA significa: Momento, Ação, Reação, Consequência e Alternativa e é um método desenvolvido pelo autor Rhandy Di Stéfano. Ele ensina essa estrutura de Feedback no livro “O Líder-Coach: Líderes Criando Líderes”.

 

O Feedback MARCA é eficiente porque explica qual foi o momento exato em que o colaborador cometeu o erro, qual foi o erro, como os demais membros da equipe reagiram ao erro, quais foram as consequências e o que o colaborador pode fazer para que o erro não se repita. Você só não pode esquecer de ter clareza na hora de apontar o que deverá ser alterado no comportamento do funcionário e estabelecer desafios, com o objetivo de melhorar o desempenho dele e da equipe.

 

Confira a seguir como funciona o Feedback Marca:

 

  • M – Momento: comece a conversa falando sobre o dia exato em que a situação aconteceu. Por exemplo: Fulano, no dia 02/03 você não me entregou a planilha que eu pedi e não me comunicou sobre isso.
  • A – Ação: explique em detalhe qual foi o erro, se baseando em fatos e dados e não na sua interpretação dos fatos. Seguindo o mesmo exemplo, o erro foi não ter entregado a planilha na data combinado e não ter avisado que não iria entregar.
  • R – Reação: dê continuidade a conversa falando sobre como você ou as pessoas envolvidas reagiram ao fato. Conforme o exemplo acima, fale sobre como você se sentiu desamparado com a falta de comprometimento do funcionário.
  • C – Consequência: aqui é o momento de explicar o que aconteceu em razão do erro que foi cometido. E se a planilha tivesse dados fundamentais para você apresentar em uma reunião importante? E se toda a empresa estivesse ansiosa para analisar os dados que seriam apresentados?
  • A – Alternativa: essa é a parte do feedback em que você deve focar no desenvolvimento do seu colaborador. Como? Fale o que ele poderia ter feito de diferente nessa situação. O final do feedback é o melhor momento para isso. Ainda seguindo o exemplo, você poderia explicar ao funcionário que ele deveria ter te avisado que não iria entregar a planilha no prazo. Assim, a equipe teria tido tempo de pensar em outra soluções para o problema.

 

Aplicando o Feedback MARCA, você garante ao colaborador que a empresa está interessada no desenvolvimento profissional dele e que a situação não é pessoal.

 

Feedback Sanduíche

A técnica do Feedback Sanduíche é transmitir uma mensagem difícil no meio de duas mensagens positivas. Pense em um sanduíche: você tem um pão, o recheio e depois outro pão. Dessa maneira, os pães são as mensagens positivas e o recheio é a mensagem difícil.

 

Esse modelo de feedback é divido em três camadas: elogio, pergunta e ação. Na camada do elogio, é precisoevidenciar um ponto positivo sobre o funcionário. Porque assim ele se sente reconhecido e pronto para o próximo passo: a pergunta. Nessa camada, o líder levanta um questionamento sobre algo que o colaborador pode melhorar, com o objetivo de aumentar seu desempenho. Por último, é dever do líder sugerir o que pode ser feito para que o funcionário tenha um melhor desempenho nas demandas. O foco é orientar a pessoa em como melhorar e não apenas apontar o que precisa ser melhorado.

 

Apesar do Feedback Sanduíche suavizar o impacto da mensagem que deseja transmitir, pode acabar gerando falta de confiança entre líder e liderado. Um artigo da revista americana Forbes reconhece que a técnica é bem-intencionada,mas não é eficaz. Ou seja, falar algo legal para depois dizer o que realmente queria e terminar a conversa falando algo legal não inspira confiança.

 

Outra coisa importante: se você utilizar o Feedback Sanduíche mais de uma vez, o funcionário pode identificar a técnica. O que significa que cada vez que receber um elogio, pode ficar esperando o sermão que virá em seguida.

 

Outros tipos de feedback

Além dos feedbacks aqui mencionados também há o:

 

  • Feedback 360°: Esse modelo de feedback envolve várias opiniões sobre o desempenho de uma pessoa, que podem ser dadas de colaborador para colaborador, gestor para colaborador e do colaborador para si mesmo;
  • Feedback Canva: Voltado para avaliação de equipes. O objetivo é fazer análises individuais de cada participante do time e entender quais ações cada um precisa tomar para melhorar a performance da equipe;
  • Feedback Kudos: Prática baseada em reconhecimento. Basicamente é uma entrega de cartões com comentários positivos para os colaboradores;
  • Feedback SCI: Parecido com o feedback M.A.R.C.A, esse modelo é composto por três etapas: Situação, Comportamento e Impacto. Você precisa detalhar qual situação aconteceu, como foi o comportamento da pessoa e qual foi o resultado desse comportamento;
  • Feedback Wall: Aqui, os avaliadores são os funcionários. O que eles avaliam? A empresa. De um lado colocam pontos positivos e do outro pontos de melhoria.

 

Confira também:

 

5 dicas para dar um feedback construtivo

como dar feedback positivo

  1. Encontre uma sala em que você e a pessoa possam estar sozinhos;
  2. Seja direto sobre o objetivo do feedback;
  3. Escute o que a pessoa tem a dizer;
  4. Proponha alternativas para que o comportamento não se repita;
  5. Ofereça ajuda para a realização de tarefas em que o colaborador esteja com dificuldades.

5 dicas do que não fazer num feedback

Feedback negativo

  1. Alterar a voz;
  2. Demonstrar raiva ou impaciência;
  3. Levar a situação para o lado pessoal;
  4. Aplicar o feedback na frente do resto da equipe;
  5. Acusar o colaborador de algo sem ter provas.

Como dar feedback para equipe?

Em algumas situações, o feedback é mais bem aproveitado se aplicado na equipe toda ao mesmo tempo. Portanto, é válido reunir o time para apresentar e analisar resultados, falar sobre o desempenho mensal e chamar a atenção para algum tipo de comportamento. Assim, os alinhamentos conseguem ser repassados a todos os colaboradores, otimizando o tempo do líder. Além disso, uma rotina de feedbacks é algo indispensável às equipes de alta performance.

 

Como pedir feedback?

como pedir feedback

Uma das grandes qualidades de qualquer profissional é saber pedir um feedback construtivo para quem está relacionado com o seu trabalho no dia a dia.

Para a equipe

Como líder de uma equipe, você deve perguntar os liderados quais são as expectativas deles em relação ao seu trabalho. Seja direto e escute com atenção o que o seu time está pedindo, mesmo que você não concorde. Todo líder precisa saber ouvir.

 

Para os colaboradores

Aqui já é uma questão de pedir um feedback individual para alguém que trabalha com você. Não é necessário mencionar uma situação específica, mas você pode fazer isso também. Outra opção é perguntar a alguém sobre seus comportamentos ou sua postura no ambiente de trabalho de maneira geral.

 

Para os clientes

O seu cliente deve ser o foco de todo o trabalho que a empresa realiza. Por isso, pedir feedback para os clientes é a melhor maneira de manter os dois lados alinhados. Por exemplo, você pode realizar pesquisas para entender o que o seu cliente realmente pensa, sente e fala sobre o produto ou serviço da sua empresa.

 

Como receber o feedback?

como receber feedback

A primeira coisa a se fazer na hora de receber um feedback é manter em mente que nada é pessoal e que a pessoa que está aplicando o feedback tem interesse na sua evolução profissional.

 

Dessa maneira, você se prepara para não entrar na defensiva e parar de escutar o que está sendo falado. Alguns feedbacks não funcionam justamente porque a pessoa que está recebendo para de ouvir para ficar se desculpando ou negando o que aconteceu. Com a mente aberta para a conversa, será possível absorver melhor as informações e reagir de maneira construtiva.

 

Documente o feedback

Tão importante quanto aplicar o feedback é documentá-lo. É preciso anotar o que foi falado e em qual data, para então cobrar a mudança no colaborador.Uma boa ideia é manter uma planilha, identificando as abas com os nomes dos colaboradores, e atualizando com as informações importantes a cada novo feedback. Assim, sempre que a empresa, o líder, ou o colaborador precisar, poderão consultar as informações e retomar os alinhamentos da reunião.

 

Cultura de feedback

Instalar a cultura de feedback na sua empresa é uma forma de garantir que todos os colaboradores estejam alinhados com as suas expectativas. Além disso, você também terá mais facilidade para desenvolver cada vez mais seus funcionários e construir uma equipe de alta performance.